Bancada do Amazonas no Congresso destina R$ 100 milhões para Governo e R$ 62 milhões para Prefeitura

O senador Eduardo Braga (PMDB/AM) debateu, nesta quarta-feira (04/10), o Orçamento da União de 2018 com os demais integrantes da bancada do Amazonas no Congresso.

Os parlamentares da bancada do Amazonas no Congresso Nacional, durante debate sobre o Orçamento da União de 2018, concordaram em reservar uma emenda coletiva de, aproximadamente, R$ 150 milhões para manter em funcionamento os Navios da Esperança –  embarcações da Marinha que levam atendimento de saúde a comunidades ribeirinhas e indígenas da Amazônia há mais de vinte anos. A bancada definiu também direcionar, por meio de emendas consensuais, R$ 100 milhões para o governo estadual e R$ 62 milhões para a Prefeitura de Manaus.

O senador Eduardo Braga e os demais congressistas acertaram, ainda, uma mobilização para recompor, dentro do Orçamento da União do próximo ano, os investimentos na área de assistência social. De acordo com o texto enviado pelo governo federal às casas legislativas, as ações do segmento financiadas pelo Fundo de Assistência Social, por exemplo, caíram de R$ 2,3 bilhões para R$ 2,8 milhões. “Precisamos ter essa situação bem detalhada para começarmos a atuar junto ao relator do Orçamento, deputado Cacá Leão (PP/BA)”, disse Braga.

Salários da Suframa

Houve consenso também a respeito da necessidade de uma reunião com o ministro Dyogo Oliveira, do Planejamento, para reivindicar o cumprimento do acordo de equiparação salarial celebrado entre o governo federal  e os servidores da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Foto: Vagner Carvalho