Bandeirante, cantor que gravou “Fuscão Preto”, morre de Covid-19

Reprodução

O cantor sertanejo e locutor Bandeirante, primeiro a gravar a música “Fuscão Preto” ao lado de Zé Batista, morreu nessa quinta-feira (22/4) em decorrência da Covid-19, aos 63 anos, em Pouso Alegre, no Sul de Minas. De acordo com o portal local de notícias Terra do Mandu, Gilberto Felício da Silveira estava em isolamento domiciliar até ser internado ainda ontem, mas não resistiu.

A dupla Bandeirante e Zé Batista, junto com o sanfoneiro Darlon, gravou a música “Fuscão Preto” em 1979. Posteriormente, ela foi regravada pelo Trio Parada Dura. Além de cantor, Bandeirante, que também já usou o nome Wandeirante, era locutor na Rádio Clube de Pouso Alegre. O último programa na madrugada da emissão, ao lado do amigo TJ (Tarcísio José), foi no dia 14 de abril.