Barras de ferro com correntes são retiradas de calçada pública após denúncia de Dermilson Chagas

A estrutura foi colocada pela Amazonas Energia na subestação da Cachoeirinha e impedia o livre trânsito de pedestres

Foto: divulgação

Após ser notificada pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), a Amazonas Energia retirou barras de ferro e correntes que foram colocadas pela empresa na calçada em frente à subestação localizada na esquina das avenidas Urucará com Tefé, no bairro Cachoeirinha, zona centro-sul de Manaus. O Implurb foi informado da infração por meio do gabinete do deputado Dermilson Chagas.

A fiscalização do Implurb foi ao local e constatou que a instalação das estruturas de ferro e correntes estavam realmente prejudicando o livre trânsito de pedestres na calçada e notificou a empresa para retirá-las.

O deputado Dermilson Chagas disse que recebeu a informação que a empresa estava ferindo o código de postura municipal através de moradores da área.

“Eu recebi, no meu gabinete, uma denúncia de uma empresa que botou barras de ferros com correntes na calçada, impossibilitando, desta forma, que os transeuntes a utilizassem. Fiz a denúncia à Prefeitura, que ordenou que a empresa retirasse as barras para que a população pudesse andar normalmente por essa calçada, que é um bem público e que é de todos”, comentou o deputado.

Dermilson Chagas destacou que é importante que a população contribua fazendo denúncias sobre irregularidades.

“Todos nós temos de cumprir o nosso papel de cidadão e denunciarmos sempre que percebermos qualquer tipo de irregularidade no âmbito da gestão pública municipal, estadual ou federal, seja de contratos com indícios de corrupção, má gestão pública e quaisquer outras ações que estejam ferindo a lei e que afetem diretamente ou indiretamente os direitos da população. Nesse caso, aqui, as barras impediam os pedestres de utilizarem a calçada”, afirmou o parlamentar.

As denúncias podem ser encaminhadas para o deputado Dermilson Chagas por meio do WhatsApp (92) 99111-9783.

(*) Informações da assessoria