Bispo de Manaus foi a comunidade Cidade das Luzes; retirada de moradores da área é suspensa

Cidades das Luzes 1

A retirada dos moradores da ocupação irregular denominada Cidade das Luzes, no Tarumã, Zona Norte de Manaus, não ocorrerá mais nesta quinta-feira (10), como foi anunciado desde semana passada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM) que, através de coletiva de imprensa, explicou sobre o esquema de segurança montado para desocupar a área. A cúpula da segurança pública fez entender que os ocupantes da área seriam bandidos ligados ao tráfico de drogas e ao mundo do crime. Ontem, o arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani, esteva na comunidade Cidade das Luzes.

O secretário de Segurança Pública, delegado federal Sérgio Fontes, disse a imprensa, ontem à noite, que não ocorreria mais a retirada dos moradores da comunidade por “questões logísticas”, como por exemplo, a necessidade de um maior número de policiais. Já fontes do Radar contaram que Som Sergio Castriani, após ir à Cidade das Luzes, entrou em contato com o prefeito Artur Neto intercedendo para que a Prefeitura de Manaus avalie a situação de muitas famílias que não têm para onde ir. A reintegração de posse que seria cumprida nesta quinta-feira foi determinada pela Justiça por ação impetrada pela Prefeitura de Manaus que reclama parte do terreno alegando se tratar de área verde.

A posse de outra parte da área também está sob decisão da Justiça e é reclamada pelo empresário Hélio de Carli – dizem que a Prefeitura de Manaus e o empresário estão juntos nesta questão de conseguir desocupar a área para implantação de projetos imobiliários.

Dom Sérgio Castriani, segundo informações que chegaram ao Radar, verificou ontem durante a visita a Cidade das Luzes algo que a Cáritas Diocesana já tinha descoberto em levantamento feito na comunidade. No cadastramento feito pela Cáritas, em apenas uma semana, foram inscritas quase duas mil famílias identificadas como de baixa ou nenhuma renda que não têm para onde ir. Bem diferente, da imagem dos bandidos que traficam, estupram, roubam e matam, repassada pela Secretaria de Segurança Pública sobre os moradores da Cidade das Luzes.

Dom Castriani estava acompanhado por membros da Cáritas Diocesana, pelo deputado estadual José Ricardo Wendling.

Cidades das Luzes 4