Boi Caprichoso quita dívida de R$ 1,1 milhão e reduz déficit financeiro

O pagamento da dívida foi informado pelo presidente do Boi Caprichoso, Jender Lobato

boi caprichoso dívida

Foto: Divulgação

A Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso conseguiu efetuar o pagamento de uma dívida com a empresa Comércio e Indústria Equilíbrio Ltda, que se arrastava desde a década de 2000 e causou problemas com a Justiça do Amazonas. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (13) pelo presidente do bumbá, Jender Lobato.

Segundo o mandatário azul e branco, o débito total estimado em cerca de R$ 1,1 milhão foi quitado com a empresária Ana Paula Perrone. O pagamento foi realizado na última quarta-feira (11).

O débito com a empresa Equilíbrio gerou consequências sérias ao bumbá, com a iminência de leilão do galpão de alegorias. Após assumir o Boi Caprichoso, Jender Lobato disse que não foi possível cumprir o acordo nos dois primeiros anos da presidência, por conta da pandemia da Covid-19 que afetou a realização do Festival Folclórico de Parintins em 2020 e 2021.

“Uma das cláusulas era de que a gente faria o pagamento no mês de julho, logo após o festival. Agora, conseguimos finalizar e cumprir esse acordo com a Ana Paula Perrone”, assegura.

Jender agradeceu a empresária Ana Paula Perrone, embora o processo estivesse em andamento na Justiça, pela paciência em saber esperar e compreender o momento de escassez de receita, no período da pandemia até a retomada do festival.

“Nosso galpão de alegorias está seguro para trabalharmos nele. Para fazermos um boi de arena campeão, precisamos honrar nossos compromissos”, enfatiza o presidente.

(*) Com informações da Assessoria