Bolsa fecha sexta em queda, mas enfileira terceira semana de valorização

A Bolsa brasileira fechou a sexta-feira (13) em queda de 0,83%, a 103.501 pontos, apagando a euforia de investidores que viam o índice voltar a caminhar para as máximas históricas.

Ainda assim, a semana do Ibovespa, o principal índice acionário do país, fechou em alta pela terceira vez consecutiva. O dólar subiu.

A semana foi animada por uma nova perspectiva de uma trégua na disputa comercial entre Estados Unidos e China ao mesmo tempo em que o Banco Central Europeu decidiu cortar a taxa de juros do bloco para amenizar os efeitos da recessão na Alemanha.

As medidas deram ânimo a investidores no exterior e trouxe fôlego à Bolsa brasileira. Os ruídos sobre a reforma tributária pouco impactaram durante a semana.

Nesta sexta, dados da atividade econômica funcionaram como gatilho, e o Ibovespa, após dois pregões seguidos de alta, caiu. O giro financeiro foi de R$ 14,673 bilhões.

No exterior, Nasdaq e S&P 500 fecharam em queda, enquanto o Dow Jones teve leve alta.
O dólar avançou 0,68% e fechou a R$ 4,0880.