Bolsonaro ameaça acabar com a ZFM por causa da atuação de senadores amazonenses na CPI da Pandemia (ver vídeo)

 

Imagem reprodução de live presidencial

Imagem reprodução de live presidencial

Parlamentares amazonenses reagiram com irritação à fala do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a respeito da Zona Franca de Manaus. Em transmissão ao vivo na noite de quinta-feira (21/5), Bolsonaro citou políticas implementadas por governos militares e a criação da Zona Franca de Manaus e mencionou alguns senadores membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid.

“Imagine Manaus sem a Zona Franca. Hein, senador Aziz, você que fala tanto na CPI, senador Eduardo Braga, imagine aí o estado, ou Manaus, sem a Zona Franca”, afirmou Bolsonaro.

A fala foi proferida no segundo dia de depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, general da ativa do Exército. A CPI da Covid investiga ações e omissões do governo federal no combate à pandemia.

O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), disse ter considerado o comentário do presidente uma ameaça e ressaltou que a Zona Franca é garantida por lei e tem um importante papel na economia.

O senador Eduardo Braga também se pronunciou nas redes sociais;Confira

Sobre a fala do presidente em live, a respeito da continuidade da ZFM.
A insinuação não pode ser vista como uma ameaça aos políticos do Amazonas, e sim ao povo que já sofre com a enchente, com a pandemia, os desgovernos, e agora uma ameaça ao sustento das famílias.

— Sen. Eduardo Braga (@EduardoBraga_AM) May 21, 2021

Veja o trecho da live