Bolsonaro é hostilizado em evento em BH: “Vagabundo” (ver vídeo)

Getty Images

Na manhã desta quinta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) marcou presença em um evento em Minas Gerais, ao lado do governador Romeu Zema (Novo), onde sancionou uma lei de privatização do metrô de Belo Horizonte e participou do lançamento de um centro de vacinação.

Durante seu discurso, Bolsonaro falou da pandemia da Covid-19 e acabou sendo vaiado pelo público presente no local. “600 dias de pandemia…”, começou o presidente, sendo interrompido com críticas, xingamentos e protestos contra sua fala.

Bolsonaro ficou um longo tempo calado e o público continuou hostilizando o presidente, onde ele passou a ser chamado de “vagabundo” por pessoas que estavam no público. O chefe do executivo chegou a interromper ser discurso por um longo período.

Nas redes sociais, vídeos do momento foram compartilhados nas redes sociais. A deputada Maria do Rosário (PT), que já foi atacada por Bolsonaro no passado, comentou o assunto: “Esse é o sujeito que vive falando que é ovacionado nas ruas e que seus adversários não podem colocar o pé pra fora de casa? Toda mentira tem fim. O povo brasileiro pode até receber fakenews no WhatsApp. Mas na vida real, são outros 500. Te cuida, teu impeachment tá chegando”, disparou a parlamentar.