Bolsonaro põe Michelle em mensagem de Natal na TV e ignora Covid e vacinação

A fala durou menos de dois minutos e foi acompanhada de panelaços em algumas capitais do Brasil

Presidente da República, Jair Bolsonaro, ao lado da primeira dama, Michelle Bolsonaro, faz pronunciamento de Natal - Reprodução

Presidente da República, Jair Bolsonaro, ao lado da primeira dama, Michelle Bolsonaro, faz pronunciamento de Natal – Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PL) evitou temas polêmicos durante o seu pronunciamento de Natal e ignorou totalmente a pandemia do novo coronavírus, que deixou mais de 600 mil brasileiros mortos. A transmissão teve também a presença da primeira-dama Michelle Bolsonaro, que chegou a falar por mais tempo do que o próprio chefe do Executivo.

Bolsonaro fez um pronunciamento em rede de rádio e televisão na noite desta sexta-feira (24), vésperas de Natal. A fala durou menos de dois minutos e foi acompanhada de panelaços em algumas capitais do Brasil, como Brasília, Rio de Janeiro, Fortaleza e São Paulo.

A primeira-dama foi a principal atração do pronunciamento. Michelle Bolsonaro usou a todo momento a primeira pessoa do plural, para afirmar que buscou-se “apoiar a todos, em especial os mais vulneráveis”.

Também repetiu o lema “Deus, Pátria, Família e Liberdade”, tão usado por seu marido. As três primeiras palavras compunham o lema da Ação Integralista Brasileira – movimento de extrema-direita dos anos 1930.

“Com dignidade e respeito ao próximo, não economizamos esforços para apoiar a todos e, especial os mais vulneráveis. Não nos afastamos em nenhum momento do que acreditamos e defendemos: Deus, Pátria, Família e Liberdade”, disse a primeira-dama.

“Agradecemos a cada brasileiro pela confiança em nosso país. Desejamos que todos celebrem este Natal do que jeito que amamos, com nossos familiares e amigos. Temos a honra de desejar a você a sua família um Natal repleto de alegrias”, completou Michelle Bolsonaro.

Em seguida, Bolsonaro apenas afirmou que 2021 foi um ano de muitas dificuldades e que não faltou seriedade por parte do governo.

“Estamos finalizando mais um ano, ano de muitas dificuldades. Contudo não nos faltaram seriedade, dedicação e espírito fraterno no planejamento e construção de políticas públicas em prol de todas as famílias”, disse o presidente.

“Que 2022 seja um ano de esperança, conquista e realizações. Que Deus proteja as nossas famílias”, completou.

A participação marcante de Michelle acontece dias após a divulgação de um vídeo no qual Bolsonaro aparece dançando um funk machista em um barco. O vídeo provocou a reação mesmo de evangélicos, uma das bases de apoio do chefe do Executivo na sociedade.

O presidente não citou em nenhum momento a pandemia do novo coronavírus.

A fala do presidente da República acontece em momento de grande polêmica, por causa das suas declarações contrárias à vacinação de crianças contra o novo coronavírus.

Pouco antes, em entrevista a jornalistas no Palácio do Alvorada, Bolsonaro disse que “não está havendo morte de criança” para justificar decisão emergencial sobre vacina da Covid-19 para crianças.

“Não tá havendo morte de criança que justifique algo emergencial”, disse.

“Tá morrendo criança de 5 a 11 anos que justifique algo emergencial? É pai que decide, em primeiro lugar”, afirmou.

O discurso deste ano contrastou bastante com a mensagem de Natal anterior. Na ocasião, o chefe do Executivo fez questão de elencar algumas das principais ações de seu governo, defendeu a destinação de recursos para enfrentar a pandemia.

Michelle também havia participado do pronunciamento, mas de maneira totalmente coadjuvante.

​Durante sua fala em 2020, Bolsonaro havia dito que o Brasil era referência para outros países no enfrentamento da pandemia, em um momento em que sua gestão era criticada pela morosidade para comprar as vacinas contra a Covid-19.

“Na saúde, não faltaram recursos e equipamentos para todos os estados e municípios no combate ao coronavírus, dentre outras ações”, disse o presidente na ocasião.

“Essas ações têm ajudado nosso Brasil a seguir rumo ao progresso e ao desenvolvimento; sendo, inclusive, referência para outras nações”, completou.

TRANSCRIÇÃO DO PRONUNCIAMENTO DE NATAL DOS BOLSONAROS:

Jair Bolsonaro: Boa noite a todos. Sobre a proteção de Deus, chegamos a mais um Natal.

Michelle Bolsonaro: Um tempo especial na vida de todos os brasileiros, tempo de agradecer, construir e confraternizar.

Jair Bolsonaro: Estamos finalizando mais um ano, um ano de muitas dificuldades. Contudo não nos faltaram seriedade, dedicação e espírito fraterno no planejamento e na construção de políticas em prol de todas as famílias

Michelle Bolsonaro: Com dignidade e respeito ao próximo, não economizamos esforços para apoiar a todos, em especial os mais vulneráveis. Não nos afastamos em nenhum momento do que acreditamos e defendemos: Deus, Pátria, Família e Liberdade.

Agradecemos a cada brasileiro pela confiança em nosso país. Desejamos que todos celebrem este Natal do jeito que amamos, com nossos familiares e amigos. Temos a honra de desejar a você e a todas as famílias um Natal abençoado e repleto de alegrias

Jair Bolsonaro: Que 2022 seja um ano de esperança, conquista e realizações. Que Deus proteja as nossas famílias. Muito obrigado. ​