Bolsonaro sobre Lula: “Se esse cara voltar, nunca mais vai sair. Escreve aí”

Créditos AFP

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (14/5) que caso o ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva concorra às eleições de 2022 e vença, “nunca mais vai sair”. Declaração foi dada a apoiadores na saída do Palácio do Alvorada, antes de viagem à cidade de Terenos, no Mato Grosso do Sul, onde participará da cerimônia de entrega de títulos de propriedade rural.

“A canalhada da esquerda continua a mesma coisa. E uma turma ainda quer votar nesse filho do capeta aí. Olha, se esse cara voltar, nunca mais vai sair. Escreve aí”, apontou.

A uma apoiadora que o convidou para visitar uma fazenda em Pontaporanga, o chefe do Executivo aproveitou para fazer novas críticas ao Movimento Sem Terra. “Uma fazenda foi destruída pelo MST lá. E tem gente que ainda adora o PT. Impressionante. O cara gosta de se dar mal. Destruiu uma fazenda altamente produtiva”, relatou.

Na quinta-feira (13), em Alagoas, o mandatário chamou Lula de “ladrão de nove dedos”. “A Caixa, lá atrás, com aquele ladrão de nove dedos, dava prejuízo. Em nosso governo, com a liberdade que você tem, mais que lucro, ela traz benefícios para todos nós do Brasil”, disse, em Maceió.

Na ocasião, o ministro do Turismo, Gilson Machado, também criticou o petista afirmando que Bolsonaro não precisar “tomar uma dose de cachaça para ficar no meio do povo”.

Líder nas pesquisas

As investidas de Bolsonaro contra o petista ocorrerem após Lula liderar a disputa presidencial para as eleições de 2022, de acordo com levantamento do Datafolha.

O petista está 18 pontos percentuais à frente de Bolsonaro no primeiro turno e 23, no segundo. Lula teria, de acordo com a pesquisa, 41% dos votos no primeiro embate, enquanto Bolsonaro levaria 23%. No segundo, o placar mostra 55% contra 32% a favor do candidato de esquerda.