Bolsonaro viaja ao Nordeste um dia após Datafolha mostrar que sua rejeição é de 62% na região

Jair Bolsonaro dá início aos testes do Ramal do Agreste em Sertânia (PE)/ Foto: Adalberto Marques/MDR

Jair Bolsonaro dá início aos testes do Ramal do Agreste em Sertânia (PE)/ Foto: Adalberto Marques/MDR

Jair Bolsonaro desembarca no Nordeste nesta quinta-feira (13), um dia após pesquisa Datafolha mostrar que ele tem 62% de rejeição para a eleição de 2022 na região. Seu potencial adversário, Lula (PT), tem rejeição eleitoral de 23% em sua área de origem.

O presidente aterrissa em Alagoas, onde deverá se encontrar com JHC (PSB), prefeito de Maceió, Arthur Lira (PP), presidente da Câmara, e Fernando Collor (Pros), ex-presidente.

No país, a rejeição eleitoral ao presidente é de 54%, ou seja, mais da metade do eleitorado diz que não votaria nele de modo algum em um primeiro turno, segundo o levantamento publicado nesta quarta-feira (12). Seu pior desempenho é no Nordeste, seguido por Sudeste (53%), Centro Oeste/Norte (49%) e Sul (46%).

A rejeição a Lula é de 36%, segundo o levantamento. Os números são mais altos no Sul e no Centro Oeste, com 42% e chegam a 39% no Sudeste.