Botijão de gás chega a custar R$ 97 em São Paulo

O aumento de 8,5% no botijão de gás de 13 quilos nas refinarias, anunciado pela Petrobras na semana passada, já chegou em parte para o consumidor da capital paulista. O preço médio do botijão ficou em R$ 69,75, de acordo com levantamento da ANP (agência de petróleo), feito entre os dias 4 e 10 de novembro. Na semana anterior, o valor era de R$ 67,37.

A reportagem pesquisou nesta segunda-feira (12) o preço do gás em 11 revendas e verificou alta em quase todas. Na Boutique do Gás, no Tatuapé (zona leste), o botijão passou a custar R$ 97.

A Nishimaru Copagaz, localizada na Vila Cunha (zona sul), entrega e instala o mesmo produto por R$ 70.

“Nós aumentamos um pouquinho o valor. Os clientes reclamam que está muito alto, mas, se não repassamos, fica ruim para gente”, disse uma atendente da revenda, que preferiu não se identificar.

Segurar o aumento para não perder a clientela tem se tornado hábito no mercado, segundo Robson Carneiro dos Santos, presidente da Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo). “Desde setembro, a Petrobras aumentou o gás em 30% e nós não conseguimos repassar mais do que 15%. É um mercado muito competitivo”, afirma o sindicalista.

Fonte: Folhapress.