Bottas lidera treino livre com show de escapadas na estreia de Portimão

Imagem: Steve Etherington/Mercedes

As Mercedes dominaram a primeira sessão de treinos livres para o GP de Portugal, que é também a primeira oportunidade de pilotos e equipes andarem no circuito de Portimão. Valtteri Bottas foi o mais rápido, com o tempo de 1min18s410, e foi mais de três décimos mais rápido que o companheiro Lewis Hamilton.

A sessão foi marcada por várias escapadas da pista devido à falta de aderência. Foram 66 as voltas deletadas por conta disso. A dificuldade já era esperada porque o asfalto da pista foi totalmente refeito para receber a Fórmula 1, então a tendência é que ele vá melhorando muito rapidamente ao longo das sessões. E os carros também não estavam tão bem acertados, o que ficou claro pelos vários carros que estavam com o assoalho batendo no chão, em uma pista recheada de subidas e descidas.

Mas isso é algo que será facilmente ajustado para a segunda sessão de treinos livres, que começa às 11h da manhã, pelo horário brasileiro.

A maioria das saídas de pista foi anotada nas curvas 1 e 4, que estão sendo monitoradas eletronicamente pela FIA neste final de semana, mas Max Verstappen também rodou logo no início (e depois aparentou ter problemas de motor, jogando óleo na pista) e Charles Leclerc teve uma escapada mais forte na curva 14, mas conseguiu se recuperar.

No final, o monegasco surpreendeu ao ficar com o quarto tempo, a menos de 1s das Mercedes, com Verstappen em terceiro.

O público português compareceu em número razoável ao primeiro treino livre, no retorno da F1 ao país após 24 anos. Todos os ingressos foram vendidos, mas mais de 15 mil tiveram de ser reembolsados devido a novas restrições relacionadas à segunda onda de infecções da Covid-19 na Europa. São esperadas 27 mil pessoas para o domingo.

Confira a classificação do 1º treino livre do GP de Portugal

  • 1º Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) – 1min18s410
  • 2º Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – +0s339
  • 3º Max Verstappen (HOL/Red Bull) – +0s781
  • 4º Charles Leclerc (MON/Ferrari) – +0s899
  • 5º Alex Albon – (TAI/Red Bull) +0s955
  • 6º Carlos Sainz (ESP/McLaren) – +1s031
  • 7º Sergio Perez (MEX/Racing Point) – +1s497
  • 8º Daniel Ricciardo (AUS/Renault) – +1s648
  • 9º Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri) – +1s714
  • 10º Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) – +1s790
  • 11º Lando Norris (ING/McLaren) – +1s797
  • 12º Daniil Kvyat (RUS/AlphaTauri) – +1s868
  • 13º Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) – +1s870
  • 14º Kevin Magnussen (DIN/Haas) – +2s436
  • 15º Lance Stroll – (CAN/Racing Point) – +2s544
  • 16º Romain Grosjean (FRA/Haas) – +2s759
  • 17º Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) – +2s836
  • 18º George Russell (ING/Williams) – +2s964
  • 19º Esteban Ocon (FRA/Renault) – +3s263
  • 20º Nicholas Latifi (CAN/Williams) – +3s644