Brasileirão Série D: competição mais difícil do ano, diz Panda

Um dos destaques do Manaus FC na temporada, o volante Márcio Panda é categórico ao afirmar sobre as dificuldades que o clube enfrentará no Campeonato Brasileiro da Série D de 2018. E o primeiro desafio do bicampeão amazonense é neste sábado (21), a partir das 16h30, contra o Baré-RR, em Boa Vista.

“Cada competição é uma história e, sem dúvida, a Série D é mais difícil. Temos que esquecer tudo o que já passou na temporada e focar somente nesse campeonato que tem características próprias”, destacou o ex-atleta do CSA de Alagoas.

Panda está no Gavião do Norte desde dezembro, quando se apresentou junto com os reforços deste ano. Chegou, tomou conta da posição, fez excelentes partidas na Copa Verde e Copa do Brasil, além de ter sido bicampeão estadual como protagonista. Parte da meta traçada pela diretoria foi cumprida, mas o sonho de consumo é mesmo o acesso à Série C.

“Nossa equipe vem trabalhando forte em busca desse objetivo maior que é o acesso, mas sabemos que não será fácil. Estrear bem em Boa Vista será muito importante para o grupo”, disse Panda, um dos homens de confiança de Igor Cearense no meio de campo.

Em sua primeira participação na Série D, o Manaus FC integra o Grupo A1, ao lado do Rio Branco-AC, Baré-RR e Macapá-AP. O primeiro jogo em Manaus acontece no dia 29, às 16h, na Arena da Amazônia, contra o representante do Amapá.

A Quarta Divisão do futebol brasileiro tem 68 clubes participantes em 2018, mas apenas quatro subirão para a Terceira Divisão de 2019.