Brincadeiras tradicionais, leituras e pinturas divertem a criançada na Usina Chaminé

teatro capa

usina chaminéQuem nunca brincou de “estátua”, “boca de forno”, “rabo de burro” ou “dança das cadeiras”? Bom mesmo é ser criança e ter um local preparado para brincadeiras e muita diversão, como o Centro Cultural Usina Chaminé, localizado na Avenida Lourenço Braga – Manaus Moderna, Centro.

Durante todo o mês de junho, a Usina Chaminé terá programação especial para a criançada, com a valorização e resgate das antigas brincadeiras infantis, de modo a mostrar para as novas gerações que divertido, mesmo, é brincar em grupo e também compartilhar das brincadeiras da época dos papais e mamães.

Na programação, que acontece de terça a sexta-feira, de 8h às 14h e das de 9h às 13h, aos sábados, tem oficina de leitura e pintura, oficinas de reciclagem com materiais reutilizados, Teatro de Fantoches, sessões do Cine Animação, Cine Expresso Pipoca, brincadeiras diversas e muito mais.

Com uma equipe multidisciplinar preparada para atender aos baixinhos, o local encanta pela beleza arquitetônica, pela história, pelo conforto e pelo atendimento, recebendo, diariamente, a comunidade em geral e escolas, que realizam agendamento para visitar o local, por meio dos telefones 3633-3026 (Usina Chaminé) ou 3215-4622 (Central Pedagógica).

As novas gerações precisam conhecer as brincadeiras tradicionais e a Usina Chaminé trabalha esse resgate cultural, durante todo esse mês, de forma leve e divertida, num espaço preparado para toda a família”, declarou o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga”.

Exposição “Os Sentidos da Amazônia”

Na Usina Chaminé também acontece a exposição permanente “Os Sentidos da Amazônia”, aberta a públicos de todas as idades, mostrando o que é a Amazônia por peio do  tato, da visão, dos sabores, dos sons, dos cheiros.

A exposição Os Sentidos da Amazônia foi idealizada pensando nas mensagens que a Amazônia, como organismo vivo, continuamente está enviando ao homem e na (in)capacidade deste em interpretar estas mensagens.

O local leva o visitante a viajar pela Amazônia e, ainda, conhecê-la por meio de alguns de seus autores, como Luiz Bacellar com o seu Sol de Feira para falar das frutas e frutos da terra na seção do Paladar. A poesia sensual de Aldísio Filgueiras contribui para celebrar o cheiro da “fêmea e do macho”, na seção do Olfato. Ou, ainda, o alerta de Thiago de Mello na batalha que o homem trava, insanamente, contra a natureza.

SERVICO

Atividades e brincadeiras infantis no Centro Cultural Usina Chaminé

Onde? Avenida Lourenço Braga – antiga Manaus Moderna, Centro.

Quando? Durante todo o mês de junho, de terça a sexta, de 8h às 14h e aos sábados, de 9h às 13h

Quanto? Entrada franca