Câmaras do interior recebem informações sobre sistema Interlegis  

FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM

Os serviços do sistema Interlegis estão sendo compartilhados para as Câmaras Municipais do interior do Amazonas. Nesta quarta-feira (19), o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Joelson Silva (PSDB), falou sobre o sistema para o chefe do legislativo de Barcelos (a 405 km de Manaus), Gleidson Serrão (Solidariedade).

O sistema Interlegis visa agilizar a tramitação de todos os processos legislativos e administrativos e começou a ser implantado no segundo semestre do ano passado na CMM. Entre os benefícios gerados estão a substituição gradativa dos documentos físicos por digitais, redução de despesas com papeis e um maior acompanhamento, por parte da população, das informações sobre tramitação de projetos de leis, indicações, requerimentos, entre outros.

De acordo com Joelson Silva, o objetivo é dar maior economia e garantir a aplicação dos princípios da publicidade e da eficiência na gestão pública.

“Falamos de um sistema moderno, que acaba tirando da Câmara o gasto que geralmente tem, para fazer o processo de digitalização e até para informatizar os processos legislativos. Estamos implantando o Interlegis e vamos compartilhar com as câmaras de todo o estado que quiserem também usufruir desse benefício, pois nos é concedido pelo Senado Federal de forma gratuita. O Senado tem interesse que haja esse compartilhamento, o próprio presidente Davi Alcolumbre deixou claro isso”, ressaltou Joelson Silva.

O Interlegis é um programa desenvolvido pelo Senado Federal de modernização e integração do Poder Legislativo nos seus níveis federal, estadual e municipal, e de promoção da maior transparência e interação desse poder com a sociedade. Os meios utilizados são as novas tecnologias de informação (Internet, videoconferência e transmissão de dados), que permitem a comunicação e a troca de experiências entre as casas legislativas e os legisladores, e entre o poder legislativo e o público, visando aumentar a participação da população no processo legislativo.

Adesão maior

Mesmo ciente dos problemas encontrados em alguns municípios em termos de internet, Joelson Silva acredita que muitos deles, a exemplo de Barcelos, também irão aderir ao novo sistema.

“Onde tivermos a oportunidade de compartilhar, com certeza iremos fazer, para que essas câmaras estejam linkadas de alguma forma com o Senado Federal, e possam obter essa expertise que é o Interlegis”, frisou Joelson Silva.

(*) Com informações da CMM