Campanha do AMA e de filho de ex-prefeito de Iranduba tem lanche, almoço e jantar

O filho do ex-prefeito de Iranduba José Maria Muniz de Castro – condenado e preso pelo crime de responsabilidade – , José Alexandre Souto Loureiro de Castro, o Xande Muniz (PV), candidato a deputado estadual nas eleições deste ano, tem distribuído cafés da manhã, lanches, almoços e até jantar em comunidades no município para atrair o eleitor. E o que não falta nessas horas é pedido de voto para ele (Xande) e para o governador e candidato a reeleição Amazonino Mendes. Seu pai, José Maria Muniz, condenado por se apropriar de verbas públicas, é um dos vários ex-prefeitos que estão participando da coordenação de campanha de Amazonino.

Neste final de semana, segundo informações recebidas pelo Radar, acompanhado do pai, Xande Muniz percorreu comunidades de Iranduba para pedir votos à sua candidatura e para o governador e candidato à reeleição, Amazonino Mendes (PDT). Pela manhã, a ação de campanha teve um farto café da manhã aos comunitários. Por volta das 12h, houve distribuição de almoço.

Vale lembrar que em 2012, a Justiça Federal no Amazonas condenou o ex-prefeito de Iranduba (a 27 quilômetros a sudoeste de Manaus) José Maria Muniz Castro a quatro anos e seis meses de prisão pelo crime de responsabilidade em uma ação penal ingressada pelo Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM). O mandado de prisão foi cumprido no 31 de maio. O processo tramitava desde 2001.

Durante a gestão como prefeito de Iranduba, José Maria Muniz Castro firmou um convênio com a extinta Secretaria Especial da Habitação e Ação Comunitária (Sehac), com vigência entre 30 de outubro de 1989 e 29 de agosto de 1990, que tinha como objeto o beneficiamento de lotes de terrenos e construção de unidades sanitárias básicas para atender pessoas em absoluta carência habitacional.

A Justiça Federal reconheceu que o ex-prefeito se apropriou de verbas públicas. Em 2008, José Maria Muniz Castro já havia sido condenado a oito anos e seis meses de prisão e aplicação de multa nessa mesma ação penal, mas recorreu da decisão em liberdade.

Ao que tudo indica, o filho do ex-prefeito e candidato à Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), Xande Muniz, já começou a vida política com o pé esquerdo. Ainda não foi eleito e está prestes a entrar na mira da Justiça Eleitoral pela distribuição de bens em troca de votos.