Carreata Fora Wilson Lima sai da Ponta Negra até a Aleam com pedidos de impeachment do governador do Amazonas (ver vídeos)

Foto: Geovani Leite/Radar Amazônico

Na manhã deste domingo (21), manifestantes se concentraram no complexo turístico da Ponta Negra, na zona Oeste de Manaus, para pedir o impeachment do governador do Amazonas, Wilson Lima. Após o canto dos hinos nacional e do estado, uma carreata foi iniciada no local por volta das 11h, passando pela sede do Governo, na Compensa e seguindo até a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), na zona Centro-Sul.

Estiveram presentes motoristas de aplicativo, mototaxistas, profissionais da educação física além da população em geral que pediu a saída do chefe do Executivo estadual também por conta da má gestão da pandemia no Amazonas, que trouxe impactos na saúde e na economia.

O coordenador da carreata, Jean Batista, categorizou a manifestação como ato pacífico. “Estamos aqui para pedir o impeachment de Wilson Lima pelos crimes de responsabilidade como o superfaturamento de respiradores e pela sua negligência quando ele não informou essa situação ao governo federal para que este desse suporte”, disse Jean acrescentando que a carreata finalizaria na sede da Aleam como ato simbólico, para pressionar os deputados a darem prosseguimento aos pedidos de impeachment enviados à Casa Legislativa.

O advogado Marco Vincenzo, que participou da manifestação, foi uma das pessoas que protocolaram pedido de impedimento na Aleam. “Já houveram vários pedidos de impeachment e eu fui o primeiro a protocolar logo que estourou a crise do oxigênio. Estamos aqui para apontar tudo o que é ilícito e ilegal e que configura como crime de responsabilidade”, disse o advogado.

O Amazonas já registra, até o último sábado, dia 20, mais de 10.400 mortes pela Covid-19 além de 305.250 casos da doença. A capital ainda está na fase vermelha, com altos números do novo coronavírus, e o interior do estado segue na fase roxa, considerada a pior desde o início da pandemia.