Casal é preso por furtar pacotes de carne de supermercado no Parque 10

Foto: Divulgação / PC – AM

Ronaldo Santiago Canavarro, 32 anos, e Flávia Raquel Ramos Batista, 26 anos, foram presos nessa sexta-feira (22) na avenida Chuva de Ouro, bairro Tarumã, zona oeste da capital, pelo crime de furto qualificado. O casal é acusado de furtar quatro pacotes de carne seca (charque) em um supermercado no bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul da cidade, na quinta-feira (21).

Segundo o delegado Henrique Brasil, titular do 23° Distrito Integrado de Polícia (DIP), o casal foi identificado pelas imagens das câmeras de segurança do estabelecimento.

“As câmeras de segurança mostraram Ronaldo e Flavia, que são casados, chegando ao supermercado junto a outras duas pessoas, em um automóvel. Os quatro desembarcaram do veículo e entraram no estabelecimento. Na ocasião, eles colocaram os quatro pacotes de charque em um carrinho de supermercado, esperaram o vigilante da portaria se distrair e saíram do estabelecimento sem pagar pelos produtos”, comentou o titular.

De acordo com a autoridade policial, os investigadores identificaram a placa do carro e o proprietário dele, o qual esclareceu à equipe de polícia que aluga o veículo para terceiros. O proprietário informou a localização do automóvel em tempo real mediante GPS, que indicou o endereço dos envolvidos no furto.

“Quando a equipe de investigação chegou ao local indicado pelo GPS, o veículo estava saindo de uma residência e sendo dirigido por Ronaldo. Após abortarmos o carro, a equipe revistou o motorista”, disse Brasil.

Conforme o delegado, após Ronaldo ser questionado a respeito do furto, ele confessou o crime e informou que Flávia, esposa dele, também havia participado do ato e que ela era quem negociava todas as mercadorias que eles furtavam.

Os investigadores se encaminharam para a residência de Ronaldo, onde abordaram a esposa dele, que também confirmou a participação no crime e disse aos policiais que havia negociado os pacotes do produto em uma residência no bairro Educandos, zona sul de Manaus.

O delegado Brasil relatou, ainda, que após dar voz de prisão a Ronaldo e Flavia, dirigiu-se à residência onde houve a negociação dos produtos furtados. As mercadorias foram apreendidas e apresentadas na delegacia junto aos envolvidos no caso.

Procedimentos – Ronaldo e Flávia foram indiciados pelo crime de furto qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis, os dois serão encaminhados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) para audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.

(*) Com informações da assessoria de imprensa