Casamento Civil Coletivo une casais em situação de vulnerabilidade social

Um total de 146 casais em situação de vulnerabilidade social poderá realizar, nesta sexta-feira, 22/12, o sonho do matrimônio, muitas vezes adiado por questões financeiras. A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), realizará a união desses casais, dentro do projeto “Casamento Civil Coletivo”.

A cerimônia será realizada no Parque Municipal do Idoso (PMI), zona Centro-Sul, a partir das 19h. A solenidade é fruto da emenda parlamentar do vereador Amauri Colares, baseado no projeto do Departamento de Direitos Humanos (DDH) da Semmasdh intitulado: Educação e Direitos Humanos para Valorização da Pessoa Humana.

Dos 146 casais selecionados para o matrimônio oito são homoafetivos. Todos têm o perfil de vulnerabilidade social e possuem o Número de Identificação Social (NIS), um dos critérios de seleção da triagem socioeconômica realizada pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Cozinhas Comunitárias.

O Casamento Civil Coletivo conta com a parceria do Fundo Manaus Solidária (FMS), Associação dos Registradores Civis das Pessoas Naturais do Amazonas (Arpem-AM), Ordem dos Advogados do Brasil Secção Amazonas (OAB-AM), Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) e Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM).

SERVIÇO:

O que: Casamento Civil Coletivo une casais em situação de vulnerabilidade social

Quando: Sexta-feira, 22/12

Horário: 19h

Onde: Parque Municipal do Idoso, rua Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças

Fonte: Assessoria da Semmasdh