CDC da Aleam dá dicas para compras em período de Copa do Mundo

Diante do aumento do consumo de determinados produtos e serviços em período de Copa do Mundo, uma série de dicas para os consumidores foi divulgada pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC-Aleam), presidida pelo deputado estadual Abdala Fraxe (Podemos). Os consumidores devem estar atentos aos seus direitos no momento da compra de eletrodomésticos, aparelhos eletrônicos, pacotes de viagem, assim como durante o consumo de bebidas e comidas em bares e restaurantes.

O presidente da CDC-Aleam, Abdala Fraxe, alertou que o consumidor deve sempre exigir a nota fiscal na hora da compra e em todo estabelecimento comercial. No caso de compras fora da loja física (por telefone, catálogo ou internet), o cliente tem até sete dias para se arrepender. No caso de troca, a obrigação por parte do estabelecimento só ocorre se o produto estiver com algum defeito ou vício de fabricação. Se o fornecedor prometer garantia até a próxima Copa do Mundo, cobre um documento por escrito atestando tal responsabilidade, pois é uma garantia diferente da tradicional do fabricante.

A coordenadora da CDC-Aleam, Rosely Fernandes, ressaltou que é hábito do amazonense curtir os jogos na companhia de amigos e familiares em bares ou restaurantes. Segundo ela, nesses momentos também é importante ficar atento aos direitos. O pagamento da taxa de 10% sobre o valor da conta, por exemplo, não é obrigatório. Gorjeta é um ato espontâneo e o cliente também pode dar uma porcentagem maior ou menor que 10%. A cobrança do couvert artístico é permitida no caso de música ao vivo ou outra manifestação artística no local, que precisa avisar previa e claramente.

Também há quem aproveite o período para viajar ao país-sede ou conferir os jogos em outras cidades. A CDC-Aleam alertou, ainda, que no caso de viagens aéreas, o consumidor deve ficar atento: voos cancelados e atrasados e overbooking (estar no aeroporto na data prevista com a reserva confirmada e não encontrar assentos disponíveis) são de responsabilidade das companhias, que devem assumir as despesas e fornecer assistência material, como comunicação, alimentação, acomodação e deslocamento, dependendo do tempo de espera. O consumidor amazonense que se sentir lesado em alguma compra ou má prestação de serviço, poderá procurar a CDC-Aleam, no 4º andar da Aleam.