Chefe da Guarda Municipal do Careiro Castanho é preso por envolvimento em ataques a prédios públicos no AM (ver vídeo)

Foto: Erik Oliveira/ Radar Amazônico

Na manhã desta sexta-feira (25) um guarda municipal que atua no município de Careiro Castanho foi preso após fortes indícios de participação nos ataques aos prédios públicos ocorridos no dia 05 e 07 de junho. A prisão ocorreu na 2ª fase da operação ‘Mão de Ferro’, que foi deflagrada pela Polícia Civil com apoio da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal com objetivo de investigar as ações criminosas ocorridas no início do mês de junho em diversas cidades do Amazonas, o que rendeu destaque no cenário nacional após diversos ataques à instituições públicas.

De acordo com informações repassadas pela Polícia, o servidor Jair Gomes de Moura, de 47 anos, que é chefe da guarda municipal do Careiro Castanho, estaria repassando informações privilegiadas sobre as operações policiais à facção criminosa Comando Vermelho, que assumiu a autoria dos ataques.

A Operação tinha o objetivo de cumprir dois mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão, mas apenas Jair Gomes foi capturado. O guarda é suspeito de mandar excluir imagens de câmaras de segurança de prédios públicos que foram atacados pela facção, afim de favorecer os envolvidos e evitar a prisão dos autores.

O delegado-geral adjunto, Tarson Soares, informou ainda que existe a possibilidade de outros servidores estarem envolvidos com os ataques e novas investigações estão em andamento.

Na primeira fase da operação foram expedidos 30 mandados de busca, apreensão e prisão após uma onda de vandalismo  no Amazonas que deixou mais de 14 ônibus queimados e diversos prédios públicos e privados foram destruídos, entre eles: Delegacias, escolas, postos de saúde e até agências bancárias. O caos gerou pânico na população e levou as autoridades a interromperem o transporte público e o funcionamento de escolas e comércios foi suspenso. A Força Nacional foi acionada e permanece até hoje no Amazonas com o objetivo de manter a ordem e reprimir os ataques.

Assista a coletiva de imprensa sobre a operação deflagrada na íntegra:

Chefe da Guarda Municipal de Careiro Castanho é preso suspeito por ordenar ataques a prédio públicos

Chefe da Guarda Municipal de Careiro Castanho é preso suspeito por ordenar ataques a prédio públicos

Posted by Radar Amazônico on Friday, June 25, 2021