Chefe de segurança do Governo Wilson Lima usando carro oficial invade condomínio e ameaça família (ver vídeo)

Confusão aconteceu após divergências na conta de um café da manhã de sua propriedade

Um vídeo divulgado no último domingo (12), flagrou o tenente da Policia Militar e servidor da Casa Militar, Dilson Castro, usando um carro oficial, ou seja, pago com recursos públicos – inclusive o carro está com giroflex como aqueles usados pelos órgãos de segurança pública – perseguindo uma família, em um condomínio e fazendo ameaças, inclusive de prisão. O tenente, usou aparato público, inclusive acionando carros de polícia para irem ao local para resolver um problema particular, segundo ele, por causa de uma conta que não teria sido paga por um cliente em um café da manhã de sua propriedade.

A versão do cliente é outra. Ele e a família estiveram no café da manhá e após esperarem por mais de uma hora pela comida, decidiram levantar e ir embora, sem consumir nada. No vídeo, o tenente Dilson Castro acusa o homem de cometer um crime e ofende dizendo que ele é caloteiro. Uma mulher no vídeo retruca: crime ta fazendo você meu querido, a gente esperou por mais de uma hora lá, minhas filhas estão com fome. Tenha vergonha na cara! Vocês deveriam era pedir desculpas. A gente esperou mais de uma hora pra comer e nem comeu!”.

Após a família deixar o estabelecimento, o tenente seguiu a família até o condomínio, onde entrou sem permissão. O carro usado pelo PM, de placa PHU7G84, costuma ser utilizado na escolta de autoridades do governo. Vale relembrar o fato do PM ter furado a segurança do condomínio para perseguir os moradores. No local, ele teria intimidado outros residentes e supostamente o mesmo teria se retirado apenas com a chegada de reforços.

O tenente PM usou como justificativa, em suas redes socais, para perseguir a família uma suposta “situação de flagrante por suspeita de calote”. Segundo nota do governo do Estado, a PM investigará o fato e o servidor será afastado das funções. O Radar buscará saber se essas providências realmente foram tomadas.

O chefe da segurança do governador foi ligado a uma outra polêmica na última semana, em Iranduba, quando o presidente de uma comunidade do município fez cobranças ao governador e acabou levando safanão do chefe do policial militar, Dilson Castro.

Veja vídeo: