Chico Preto comemora prorrogação da ZFM e defende a aprovação da PEC 18 pela ALE para interiorizar o desenvolvimento

chico preto 65O deputado estadual Marco Antônio Chico Preto (PMN/AM) comemorou na quinta-feira, 05, a aprovação em segundo turno, na Câmara Federal, da proposta de prorrogação da Zona Franca de Manaus (ZFM) por mais 50 anos e apontou a necessidade da Assembleia Legislativa aprovar a PEC 18, de sua autoria, para fortalecer o setor primário e consolidar novas atividades produtivas no interior.

Após manifestar a sua expectativa positiva quanto a aprovação da proposta de prorrogação da ZFM no Senado, Chico Preto disse que, o desafio a ser vencido nos próximos anos é levar outras atividades produtivas para o interior e aproveitar os recursos disponíveis para fomentar o fortalecimento de políticas públicas e diversos setores como, por exemplo, o do pescado.

“Confiamos no Senado, onde a base de sustentação da presidente Dilma é mais forte, e acreditamos que o Amazonas vai levantar a taça da prorrogação”, disse ele.

De acordo com Chico Preto, aprovada a prorrogação os novos governos precisam encarar a necessidade de instalar com ousadia e eficiência novos caminhos de desenvolvimento sustentado no interior.

“Pegando carona na aprovação da ZFM a Assembleia precisa aprovar a PEC 18, indispensável para fortalecer o setor primário e garantir os recursos necessários para a consolidação e fortalecimento de diversas cadeias produtivas”, argumento.

A PEC 18, em tramitação desde 2011 na Assembleia Legislativa, propõe o estabelecimento de um piso mínimo de investimentos para o setor primário, com a destinação, no primeiro ano, de 1.5% das receitas correntes líquidas, 2% no segundo e 2,5% a partir do terceiro ano.

“Após a sua aprovação essa iniciativa vai criar compromisso com investimentos no setor primário e com as próximas gerações”, completou, lembrando que as políticas públicas precisam de investimentos constantes para se consolidarem.