Chico Preto critica ameaças e constrangimentos impostos a jornalistas por autoridades

chico preto - 55Fazendo um comparativo com o período ditatorial vivido pelo Brasil e os 50 anos do Golpe Militar, o deputado estadual Marco Antonio Chico Preto (PMN) criticou durante discurso no Pequeno Expediente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta quinta-feira (24), ameaças e constrangimentos que determinados jornalistas estariam sofrendo por parte de autoridades, ou até mesmo de pessoas que já nem estão ocupando cargos públicos.

Segundo o deputado, há alguns meses existem informações de que jornalistas sofrem ameaças instrumentalizadas de autoridades e ex-autoridades que não concordam com aquilo que é escrito por eles. “Não estamos mais vivendo aquele tempo em que as pessoas que escreviam algo que atingisse uma autoridade eram punidas com ameaças e torturas físicas ou psicológicas. Atitudes como essas não são típicas de democratas, mas de ditadores e revelam a pequenez de espírito de um governante”, afirmou, acrescentando que autoridades não podem se valer das posições que ocupam para se sobrepor aos outros cidadãos.

Ao fim do discurso, Chico Preto avisou que, se as queixas persistirem, não vai se amedrontar em citar nomes. “Se essas ameaças continuarem ou se agravarem, trarei aqui nesta tribuna nomes e pedirei que a Assembleia convoque estas pessoas para prestarem esclarecimentos sobre isso”, anunciou.