Cidadãos de Coari invadem casas populares em construção dizendo que cansaram de esperar

casa popular 2No primeiro ano de administração do ex-prefeito de Coari, Arnaldo Mitouso, em 2010, – ele foi eleito em eleições suplementares no ano de 2009 – 280 casas populares começaram a ser construídas.  Eram pra ter sido entregues num prazo de dois anos, ou seja, até o final de 2012, mas as obras viviam sendo paralisadas sob as mais diversas justificativas. No início do ano passado, já com Adail Pinheiro eleito prefeito, as obras foram paralisadas de vez. Nesta terça-feira (22), as pessoas cadastradas para ocuparem essas casas populares decidiram tomar posse das imóveis mesmo eles estando inacabados, sob a justificativa de que precisam de moradia e que cansaram de esperar. Eles disseram ao repórter-Radar em Coari que estão aguardando uma reunião na Prefeitura onde pretendem apresentar suas inscrições e suas respectivas aprovações de cadastros para proprietário dos imóveis. “Não queremos mais nem que termine a casa. Com o que pagamos de aluguel, a gente mesmo termina de construir. Queremos só que façam as ligações de energia elétrica e água. Nos fizeram acreditar no sonho de ter uma casa para a nossa família e vamos lutar por esse sonho.


casa popular 1