Cine Casarão passa a exibir dramas brasileiros e comédia até domingo (27)

Reprodução.

O Cine Casarão, localizado na rua Barroso, Centro, passará a exibir, até domingo (27), os filmes “Diamantino”, “O Beijo no Asfalto” e “Temporada”. As sessões acontecem da quinta, 24, ao domingo, 27, e os ingressos são vendidos a preços acessíveis, nos valores de R$ 5 (meia entrada e prioridade) e R$ 10 (inteira).

Estreia na direção do ator Murilo Benício, o drama “O Beijo no Asfalto” conta com um elenco formado por nomes como Lázaro Ramos, Débora Falabella, Otávio Müller e participação de Fernanda Montenegro. Baseado na peça homônima escrita por Nelson Rodrigues, o longa conta a trama de um bancário recém-casado que, ao presenciar um atropelamento, tenta socorrer a vítima, mas o homem quase morto só tem tempo de realizar um último pedido: um beijo.

Arandir beija o homem, mas seu ato é flagrado por seu sogro Aprígio e fotografado por Amado Ribeiro, um repórter policial sensacionalista. “O Beijo no Asfalto” fica em cartaz nas sessões de quinta e sexta-feira, às 20h30, no sábado, às 18h30, e no domingo, às 19h.

Outro drama brasileiro que também entra em cartaz é “Temporada”, nas sessões de quinta e sábado, às 16h30, e na sexta-feira, às 18h30. O filme conta a história de Juliana (Grace Passô), que está saindo de Itaúna (MG) para morar em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Seu novo emprego, em que ela combate endemias da região, cria situações pouco usuais e apresenta para ela pessoas novas, que começam a mudar sua vida. Se adaptando à nova rotina, ela enfrenta dificuldades no relacionamento com seu marido, que também vai para a cidade grande. O longa foi o grande vencedor do Festival de Cinema de Brasilia e é dirigido por André Novais Oliveira.

Comédia

Completando a programação da semana, com toques de humor, o filme “Diamantino”, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt, estreou mundialmente em Cannes e marca a primeira incursão no formato de longa-metragem da dupla de realizadores.

O filme explora a trajetória de Diamantino (Carloto Cotta), uma estrela do futebol mundial que, de repente, perde todo o seu talento e se aposenta como um fracasso aos olhos da opinião pública.

A partir disso, o ex-craque passa a procurar um novo propósito para a sua vida. Numa demanda pelo sentido da vida, o personagem embarca numa jornada que toca em temas polêmicos, como a ascensão da extrema-esquerda, o nacionalismo exacerbado, o neofascismo, a modificação genética e a crise dos refugiados. No elenco, figuram ainda Cléo Tavares, Anabela Moreira, Margarida Moreira, Filipe Vargas, Joana Barros, Maria Leite, Carla Maciel e Manuela Moura Guedes.

“Diamantino” fica em cartaz na quinta-feira, às 18h30, sexta-feira, às 16h30, sábado, às 20h30, e no domingo, às 17h.