Classe de Enfermagem no AM exige aprovação do PL sobre o piso salarial

classe de Enfermagem no AM exigem aprovação do PL sobre piso salarial

Foto:Divulgação

Os profissionais de enfermagem de todo o país (Enfermeiros, Obstetrizes, técnicos de enfermagem, auxiliares de Enfermagem e parteiras) se mobilizaram nacionalmente pela aprovação do Piso Salarial da classe de Enfermagem. O plano é estabelecer o valor de no mínimo R$ 7.315,00 para o enfermeiro, R$ 5.120,00 para o técnico de enfermagem e ao auxiliar o valor de R$ 3.657,00 para as jornadas de trabalho de 30 horas semanais.

O projeto de Lei (PL) 2564/2020 trata-se da autoria do senador Fabiano Cantarato (REDE/ES) que possui encaminhamento para aprovação no plenário do senado ainda esta semana.

Assim como no restante do país, os profissionais do Amazonas se uniram para mobilizar a sociedade, senadores e deputados sobre a importância da aprovação do PL. No estado do Amazonas, a criação do Comitê Amazonense de Luta pelo Piso Salarial irá fortalecer as ações de mobilização de articulação política, envolvendo representantes das classes de enfermagem, profissional e estudantes de enfermagem, pretende assim realizar ações de massa e coordenadas para sensibilizar sobre a importância da aprovação da PL.

Para o Enfermeiro Elton Aleme, membro do Comitê e da Associação Brasileira de Enfermagem do Amazonas,é o momento de garantir a valorização de quem está na linha de frente dessa luta pela vida, em nossos hospitais, nos domicílios, nas diversas unidades de saúde. É uma correção justa aos profissionais que cuidam e salvam vidas.

“Vamos dialogar com os nossos senadores, Deputados federais e também com ALEAM e as câmaras municipais sobre a importância de aprovar e demonstrar apoio à Enfermagem, somos mais de 50 mil Profissionais no Amazonas que precisam dessa correção justa que o piso garante.”

Atualmente o salário médio de um enfermeiro nos hospitais particulares de Manaus é de R$ 2.300,00 a R$ 3.000,00, enquanto que do Técnico de enfermagem varia de R$ 1.300,00 a R$1.800,00 para jornadas de trabalho com plantões de 12 horas. Com a Aprovação da PL os valores serão reajustados.

Até o momento somente o senador Plínio Valério (PSDB/AM) já sinalizou que votará a favor da PL, e os deputados federais José Ricardo e Marcelo Ramos também já se manifestaram em apoio aos enfermeiros.