Clipe de O Rappa é recriado em homenagem a Marcelo Yuka

Foto: Reprodução

Para homenagear o músico Marcelo Yuka, morto no dia 18 de janeiro, aos 53, Luciano Vidigal, diretor do grupo Nós do Morro, e seu parceiro Fernando Barcellos recriaram o clipe “Minha Alma (A Paz que Eu Não Quero”, lançado pelo grupo O Rappa há 20 anos.

Para tanto, chamaram o ator Ramon Francisco, que interpretou o garotinho Gigante no clipe original, dirigido por Kátia Lund e Breno Silveira -e do qual Vidigal foi assistente de direção.

Na nova versão, Ramon narra a letra composta por Yuka, acompanhado de uma versão instrumental da música. As cenas são intercaladas com imagens do clipe original.

Desde que participou do clipe, o ator participou do filme “Cidade de Deus”, de Fernando Meirelles (codirigido por Lund), teve papéis em “Malhação” e na série “Sob Pressão”, além de integrar montagens do Nós do Morro.

Ex-baterista, ex-letrista e fundador do grupo O Rappa, Yuka morreu no Rio, após ter sofrido um AVC isquêmico. Ele estava em coma induzido havia duas semanas, quando seu estado de saúde se agravou.

Conhecido por um discurso que reverberava as injustiças sociais cometidas cotidianamente nas periferias e a efervescência política do Rio de Janeiro do fim do século 20, teve em “Minha Alma” um de seus principais sucessos -e o verso  “paz sem voz não é paz, é medo” virou bandeira em protestos.