CMM aprova emenda que inclui crimes sexuais e suicídios em conteúdo escolar

Foto: Robervaldo Rocha/CMM

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou nessa segunda-feira (20), a emenda 001/2017, ao Projeto de Lei 261/2017 do vereador Plínio Valério (PSDB), que altera a Lei 2.195/16. O projeto estabelece a inclusão de crimes sexuais e suicídios nos conteúdos da rede municipal de ensino. A proposta foi encaminhada à sanção do prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB).

A emenda vai acrescentar no artigo 1º da Lei 2.195/16 os crimes sexuais e suicídios aos outros dez temas transversais já incluídos nos conteúdos dos estabelecimentos de ensino, como os direitos e garantias fundamentais do cidadão, direito do consumidor, orientação para o trânsito, educação ambiental,Lei Maria da Penha, entre outros.

“Nossas crianças precisam ouvir desde de cedo, por exemplo, que as mulheres não são prioridades dos homens e, que tirar uma vida, mesmo que seja a própria, não resolve e nem ameniza problemas”, enfatizou o autor da matéria.

Para o parlamentar, os temas precisam ser abordados em sala de aula, para propiciar momentos de reflexões que induzam os alunos ao enriquecimento cultural e social. “Crimes sexuais e suicídio são temas que precisam ser enfrentados sem preconceito o quanto”, concluiu Valério.

Com informações da assessoria da CMM