CNJ e Tjam iniciam inspeções em sistemas eletrônicos e unidades prisionais do Amazonas

As inspeções em unidades prisionais seguirão até a próxima sexta-feira (6)

Foto: Divulgação

Com o intuito de verificar o funcionamento de plataformas eletrônicas e inspeções em unidades prisionais da capital e do interior, o Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam e a Corregedoria Nacional de Justiça (CNJ), realizaram na manhã desta segunda-feira (2), em Manaus, a abertura dos trabalhos e inspeções em unidades prisionais da capital e do interior, seguirão até a próxima sexta-feira (6).

A inspeção tem como finalidade ampliar o diálogo interinstitucional, para lidar com problemas do sistema prisional, sendo necessária a articulação com poderes constituídos, como a Defensoria Pública, o Ministério Público, órgãos do Executivo e a sociedade civil.

O CNJ no Amazonas tem como objetivo verificar o funcionamento dos setores administrativo e judicial do Tjam e serventias do Estado (segundo a Portaria n.º 79/2021), além de examinar os sistemas e plataformas eletrônicas do Tjam e o mutirão de inspeções dos estabelecimentos do sistema prisional do Amazonas (previstos na Portaria Conjunta CN-DMF n.º 01/2022).