Anúncio Advertisement

Coari: irmão do presidente da Câmara ganha contrato de R$ 1,5 milhão e CPI contra Adail vai pro arquivo morto

presidente da camara de coari

plenário da Câmara de Coari

Você ouviu falar alguma coisa sobre relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada pela Câmara Municipal de Coari para (diz-que) investigar indícios de superfaturamento em dispensas de licitação e fraude na contratação de empresas pela Prefeitura de Coari? Nós do Radar também não! Há dois meses, que o pessoal do Radar tenta falar com vereadores da CPI pra saber quando vai ser lido em plenário e votado o relatório final e quais são as conclusões da investigação, mas eles sempre estão viajando para Manaus ou em reunião, e sempre com telefones desligados ou não atendem. Fontes do Radar em Coari informaram que o relatório da CPI não foi lido em plenário e não se ouviu mais falar dele. Dizem que, lá em Coari, ao serem interpelados sobre a conclusão da CPI, os vereadores se limitam em dizem que encaminharam o relatório para o Ministério Público.

A possível explicação para esse desfecho dado à CPI da Câmara de Coari, o Radar captou nas páginas do Diário Oficial dos Municípios (DOM), do dia 11de outubro de 2013, edição n° 0950 (http://www.diariomunicipal.com.br/aam/materia/1060647) onde está publicada homologação do Pregão n° 056/2013, do dia 01 de outubro, para “locação de máquinas pesadas, caminhões e equipamentos para terraplanagem, para atender as necessidades da Secretaria Municipal de Obras”. A publicação não traz quais as obras a serem feitas com essas máquinas e equipamentos, e nem onde serão feitas. Traz apenas os valores e o nome da empresa contratada que é a S.Z.M.Bonfim – ME que, letra por letra, é a repetição do nome de Sebastião Zenilson Menezes Bonfim, irmão do presidente da Câmara de Coari, Antônio Adenilson Menezes Bonfim, o Dêca, como é conhecido politicamente.

Os valores contratados ultrapassam R$ 1.5 milhão. Outra “novidade” surpreendente sobre a CPI é que o presidente da comissão, vereador Raimundo Nonato de Souza Coelho, o “Natinho”, já está ocupando o cargo de líder do prefeito Adail Pinheiro, na Câmara de Coari, e fazendo discursos acalorados em defesa da atual administração. Esse mesmo vereador, assim como o presidente da Câmara, o Dêca, foram eleitos pela oposição e se diziam oposicionistas até pouco tempo. Durante as diligências feitas em Coari pela CPI da Câmara Federal que apura exploração sexual de crianças e adolescentes, o vereador Natinho, chegou a ir pessoalmente até o local onde contou a repórteres de Manaus que possíveis superfaturamentos de contratos da Prefeitura de Coari teriam sido confirmados, pelo menos por um empresário, que disse ter recebido apenas parte do valor contratado com a prefeitura. Ele terminou o serviço, mas o restante do valor contratado nunca foi pago.

Agora, como líder do prefeito Adail Pinheiro, o discurso do vereador mudou totalmente. Coisas de Coari! (Any Margareth)