Coca-Cola está sendo investigada por fraude no faturamento com xarope

A Cola-Cola está sendo investigada pela Receita Federal por supostamente superfaturar a venda de seu concentrado (xarope) para ampliar a margem de lucro da empresa na Zona Franca de Manaus, onde a fábrica da companhia está localizada.

Entre 2016 e 2017, as remessas da subsidiária brasileira para os Estados Unidos subiram quase R$ 1 bilhão. De acordo com a coluna ‘Mercado’, do jornal ‘Folha de S. Paulo’, a Coca-Cola vai ter de explicar por que o quilo do xarope é vendido por cerca de R$ 200, mas exportado por aproximadamente R$ 20.

A Coca-Cola já foi notificada pela Receita, mas a empresa nega veementemente que esteja envolvida em qualquer irregularidade.

“Atuamos há 76 anos no Brasil e há 28 anos na Zona Franca de Manaus sempre em cumprimento com a legislação em vigor, comprovada por auditorias externas anuais e dos órgãos concessores”, afirmou a empresa.

A Receita não quis falar sobre o caso.

Fonte: Notícias ao Minuto