Coisas que só o Radar capta pra você: clima esquenta nas eleições para a presidência da Câmara Municipal de Manaus

wilker-abtibol-rosenha

As primeiras informações captadas pelo Radar, ainda durante o processo eleitoral, davam conta de que havia apenas dois candidatos à presidência da Câmara Municipal de Manaus: os vereadores Wilker Barreto (PHS), líder do prefeito no Legislativo, e Ednailson Rozenha (PSDB), vice-líder do prefeito na Casa.  Mas, passados apenas dias após o processo eleitoral, lá surge mais um nome, a conhecida terceira via, o 1º vice-presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Sildomar Abtibol (PROS).

E o prefeito, como fica diante dessa situação com a candidatura de três dos seus aliados, três membros de sua bancada de apoio na Câmara?, perguntei a uma das pessoas próximas ao prefeito. A resposta foi: “O prefeito, nesse momento, está de espectador. Vendo quem tem poder de articulação, os apoios que os candidatos conseguem de seus colegas parlamentares, coisas do tipo. Ele não vai decidir nada agora”. Mas, ao mesmo tempo, a fonte do Radar diz que essa postura do prefeito é um tanto arriscada já que está causando animosidades dentro do seu próprio grupo político, diante das definições de apoio a um e outro candidato.

Um exemplo disso seria o fato de correr pelos bastidores o apoio do atual presidente Bosco Saraiva ao líder do prefeito Wilker Barreto, mesmo sendo um apoio discreto, onde ele se mantém meio que a distância, mas membros de sua administração estão a todo vapor trabalhando para a vitória de Barreto. Já Rozenha tem do seu lado o filho do ex-prefeito Serafim Corrêa, o vereador Marcelo Serafim (PSB), que tem agido como “escudeiro” do vice-líder e conseguido arrebanhar os votos da oposição para o seu candidato . Já o vice-presidente da Casa, vereador Sildomar Abtibol conta com o fato de ser do partido do governador, o PROS de Melo, e ter a simpatia de quem faz parte das relações de amizade do governador reeleito e do agora senador Omar Aziz. Além disso, foi destacado pela fonte do Radar, o fato de que com a ausência do presidente Bosco Saraiva, envolvido em uma campanha vitoriosa para deputado estadual, Sildomar teria presidido a Casa sem criar conflitos, mantendo boas relações com todos os vereadores.

Porém, a favor de Barreto e Rozenha nossa fonte destaca o envolvimento dos dois parlamentares na eleição do filho do prefeito, deputado estadual Artur Bisneto, para deputado federal. Bisneto foi eleito como mais votado deputado federal do Estado, e proporcionalmente falando, teve a maior votação do País, levando-se em conta o número de eleitores e o percentual de votos conquistados 15,13% , mais de 250 mil votos. Mas, se esse fator é benéfico para os dois, a falta de posicionamento do prefeito sobre quem é o seu candidato, estaria causando fissuras de ambos os lados, porque há quem se diga magoado por acreditar que tem maior merecimento que o outro para ser o escolhido de Artur Neto.

Mas, há quem também diga que no final tudo vai se ajeitar, com excelentes “prêmios de consolação” para quem retirar candidatura e apoiar o escolhido pelo prefeito. No caso, fala-se que tem candidato que vai virar secretário, e aí não terá nem porque reclamar, não é mesmo? (Any Margareth)