Com anúncio dos deputados Bessa e Ferraz, Josué já tem 13 votos declarados à presidência da Aleam (ver vídeo)

Se a eleição para a presidência da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) fosse realizada nesta quarta-feira (9), o deputado estadual Josué Neto (PSD) já estaria eleito. Qualquer candidato precisa de metade mais um voto dos parlamentares da Casa para ser eleito presidente, ou seja, 13 votos dos 24 parlamentares que compõem o Poder Legislativo. Com o anúncio de votos de mais dois deputados, Josué Neto conquistou exatamente 13 votos dos seus colegas de Parlamento, referindo-se apenas aqueles que fizeram declarações públicas.

A eleição para presidente e os demais cargos da Mesa Diretora do Poder Legislativo está prevista para ser realizada no dia 1º de fevereiro.

Nesta quarta, o deputado estadual eleito Carlinhos Bessa (PV) e o reeleito Augusto Ferraz (DEM) declararam voto a Josué Neto. “Diante de uma conversa com a bancada do PV, estou aqui para declarar meu voto ao deputado Josué Neto para a presidência da Assembleia Legislativa. Vou acompanhar a minha bancada, somos três deputados que decidimos juntos trabalhar pelo melhor do Estado do Amazonas”, disse, em vídeo, o deputado eleito Carlinhos Bessa.

“Estou declarando o meu apoio ao nosso colega. Eu tenho certeza que ele fará uma grande administração na Assembleia Legislativa e fará o seu papel de gestor e legislador. Meu voto é do nosso presidente Josué Neto!”, disse Augusto Ferraz.

Além de seu próprio voto, Josué Neto tem os votos declarados dos deputados: Wilker Barreto (PHS), Joana Darc (PR), Terezinha Ruiz (PSDB), Felipe Souza (PHS), João Luiz (PRB), Alessandra Campelo (MDB), Ricardo Nicolau (PSD), Cabo Maciel (PR), Roberto Cidade PV), Fausto Junior (PV) e, agora, Carlinhos Bessa (PV) e Augusto Ferraz (DEM).