Com aumento de casos de covid-19, Aleam cogita retorno das sessões remotas

A decisão será debatida pelo presidente da Casa, Roberto Cidade (PV), no retorno das atividades legislativas

Foto: Danilo Mello/Aleam

Com o aumento de casos de covid-19 no Amazonas durante este início de ano, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) começa a cogitar a possibilidade do retorno das sessões plenárias de maneira totalmente online. A decisão será debatida pelo presidente da casa, o deputado Roberto Cidade (PV), juntamente os demais deputados estaduais no retorno do recesso legislativo.

“A Mesa Diretora da Assembleia está aguardando avaliação da Diretoria de Saúde da Assembleia e a evolução de casos em janeiro para que tome alguma decisão com relação às sessões plenárias, em fevereiro”, informou a assessoria do presidente da casa.

Desde o início da pandemia, a Aleam passa por adaptações. Durante mais da metade de 2020 foi utilizado o regime remoto; já em 2021, as sessões estavam ocorrendo de maneira híbrida (online e presencial).

Infecções

Um dos deputados estaduais, Wilker Barreto (sem partido), já testou positivo para covid-19 no início deste ano.

O parlamentar, que desenvolve sintomas da doença desde o último dia 2 de janeiro, suspeita que tenha sido contaminado durante uma confraternização no dia 28 de dezembro.