Com futuro indefinido, Matheus Rocha torce por permanência no Palmeiras

Foto: Letícia Martins

O lateral-direito Matheus Rocha ainda não conseguiu definir os planos para 2020. Com contrato com o Palmeiras até o fim de 2020, o jogador piauiense passa as férias em Teresina após defender o Vitória, por empréstimo, na Série B do Campeonato Brasileiro, campanha que terminou com o clube baiano fugindo do rebaixamento. Na capital do Piauí, Matheus Rocha falou sobre a relação com o Verdão. Sem muitos detalhes, o jogador revelou que a definição de onde irá jogar só vai ser concretizada na próxima semana.

– Por enquanto, ainda está indefinido. Claro que tem algumas coisas, meu empresário está trabalhando, mas estou aguardando a definição dele e espero que daqui para a próxima semana alguma coisa se defina o mais rápido possível para começar 2020 melhor que 2019 – explicou o piauiense.

No Palmeiras desde 2018, quando conquistou o Campeonato Brasileiro sub-20, Matheus Rocha se apresenta ao clube paulista na semana que vem. O lateral retorna a São Paulo na terça-feira, onde deve se reunir com seu empresário e bater o martelo sobre a permanência ou não no Palmeiras. Sem mágoas, após ter sido preterido no começo do ano, o jogador explicou que mesmo em caso de um novo empréstimo, vai continuar se dedicando para uma renovação com o Palmeiras.

– Continuo sendo jogador do Palmeiras, tenho contrato, vínculo até 2020, fim de 2020 e vamos aguardar. Se tiver que ser aproveitado por lá, espero que possa chegar lá e ter oportunidade, mas também se não tiver e se for emprestado como esse ano, vou continuar torcendo pelo Palmeiras e mesmo que não esteja defendendo as cores do Palmeiras, vou continuar trabalhar para que possa voltar e atuar por lá – disse.

Matheus foi emprestado ao Vitória no começo deste ano. Por lá, o lateral chegou até a vestir a camisa do time sub-23, mas ganhou destaque e foi promovido à equipe principal. Na Série B do Brasileiro, marcou um golaço diante do América-MG.

– Meu 2019 foi um ano de altos e baixos, não só para mim, mas para todos do Vitória. Foi um ano de bastante aprendizado porque tivemos bastantes dificuldades tanto para disputar os campeonatos como brigar contra o rebaixamento. Mas conseguimos um objetivo, traçado no começo da temporada, que se não conseguisse subir e estivéssemos brigando pelo rebaixamento, o mais importante era se manter na Série B – relembrou.

Pensando em 2020, o lateral confirmou o primeiro contato entre Palmeiras e seu empresário, mas evitou dar maiores detalhes sobre a conversa. A expectativa é que logo após as definições internas do Verdão, os próximos passos de Matheus também sejam confirmados.

– Teve, mas acredito que não tem nada concentro ainda. Acredito que até a próxima semana saia alguma definição, até pelo que está acontecendo lá na diretoria, bastante mudanças. Estamos aguardando essa definição concreta para saber o que temos em 2020 – finalizou.