Com o trânsito de Manaus cada vez pior, afinal pra quê serviu uma faixa pintada no chão?

Faixa Azul e Dallas

Implantada em Manaus em fevereiro de 2015, a faixa azul foi criada para melhorar o trânsito de veículos nas principais avenidas da capital. Após 16 meses de entrar em funcionamento, a faixa azul ainda não cumpriu com o prometido, por isso deve ser imediatamente suspensa, exigiu o deputado estadual Wanderley Dallas (PMDB) durante discurso nesta terça-feira (14), na Assembleia Legislativa.

De acordo com o deputado, que preside da comissão de Transportes da Aleam, a faixa azul foi implantada em Manaus sem qualquer planejamento ou estudo técnico. “A prefeitura pinta uma faixa azul no asfalto e pronto! Está criado um corredor exclusivo de ônibus e todos os problemas do transporte público estão resolvidos”, ironizou Dallas.

O deputado disse que reconhece que o transporte coletivo deve ser prioridade nas grandes cidades, mas do jeito que a faixa azul foi implantada, também atrapalha os ônibus que circulam pelas faixas laterais. “Não há como negar que o trânsito de Manaus, que é caótico, ficou ainda pior com a criação da faixa azul”, afirmou Dallas.

Para piorar a situação, acrescentou o deputado, outras avenidas da capital estão recebendo a pintura da faixa azul. “Há poucos dias estavam pintando a avenida Torquato Tapajós, que deve ser incorporada nas próximas semanas ao sistema da faixa azul”, ressaltou. “Se o trânsito na Torquato Tapajós já estava complicado, vai ficar ainda pior”, prevê Dallas.

Mesmo com o aumento no número de reclamações, o prefeito Arthur Neto e sua equipe não admitem o erro, disse o deputado. “Até os usuários do transporte coletivo, que deveriam elogiar a faixa azul, são duros em criticar essa ideia arbitrária e irresponsável do prefeito Arthur Neto”, criticou o deputado.

Para agravar o problema, até hoje a prefeitura não concluiu o Plano de Mobilidade Urbana de Manaus, que apontaria a necessidade, ou não, da implantação da faixa azul. “Até hoje nada foi apresentado, levando inclusive o Ministério Público do Amazonas a pedir a suspensão imediata da faixa azul”, revelou Dallas.