Com uso de drone, corpo de paraquedista é encontrado no Rio Negro; segunda vítima permanece desaparecida (ver vídeo)

Vítima estava desaparecida após um salto na tarde dessa sexta-feira (15) em Manaus; uma segunda vítima permanece desaparecida

Foto: Divulgação.

O corpo da paraquedista Ana Carolina Silva foi encontrado às margens do Rio Negro, no Distrito de Cacau Pirêra, em Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), na manhã deste sábado (16). A mulher estava desaparecida desde a tarde dessa sexta-feira (15), após um salto. Um segundo paraquedista segue desaparecido, segundo o Corpo de Bombeiros.

O corpo da vítima foi encontrado por integrantes de um grupo que faz uso de drone. De acordo com os bombeiros, chovia forte no momento do desaparecimento.

Já neste sábado, por meio das imagens aéreas captadas pelos drones, foi possível encontrar o equipamento de salto e o corpo da mulher. Os bombeiros informaram que uma ação de busca agrupou agentes da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Polícia Civil e Marinha do Brasil para auxiliar nas buscas pelos desaparecidos.

O tio de Ana Carolina, que acompanhava as buscas, foi quem reconheceu o corpo da paraquedista. O corpo foi entregue ao Instituto Médico Legal (IML) para os procedimentos cabíveis.

O caso

Conforme informações repassadas ao CBMAM, 14 paraquedistas estavam em uma aeronave, dez conseguiram pousar, mas quatro tiveram a rota de pouso desviada na sexta, por conta dos ventos. Dois homens foram localizados e socorridos em bairros diferentes na zona Oeste de Manaus. Um deles caiu sobre fios de alta tensão na avenida Brasil, bairro Compensa.

Confira vídeo: