Comarcas do interior terão 10 dias para atualizar cadastro de adoção de crianças e adolescentes no AM

Foto: Chico Batata

As comarcas do interior receberão, em forma de circular, ofício dando prazo de 10 dias para que os juízes atualizem os dados das crianças e adolescentes aptos à adoção. A informação foi dada pela Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional do Amazonas (Cejaia), ligada à Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), durante reunião nessa semana.

“Estamos reforçando o incentivo da adoção, começando por casais brasileiros e depois estrangeiros e para isso é preciso que o cadastro de adoção esteja atualizado. Dessa forma, conseguiremos diminuir o tempo de permanência das crianças em abrigos e daremos a elas a oportunidade de terem um futuro melhor em novos lares, com acompanhamento correto e dentro da legalidade” destacou o corregedor-geral de Justiça do TJAM, desembargador Lafayette Carneiro Vieira Júnior.

Durante a reunião, a situação de um casal suíço também foi analisada pela Comissão. Os estrangeiros se habilitaram para adoção de crianças no Amazonas e aguardam no Cadastro de Adoção. “Esperamos que com a atualização do cadastro por todas as Comarcas, possamos encontrar famílias aptas para um maior número de crianças. É um trabalho que exige ainda mais empenho e dedicação até porque é o futuro dessas crianças que está sem definição e não temos tempo a perder. A Comissão está comprometida e esperamos dar o retorno que a sociedade precisa,” destacou a desembargadora Nélia Caminha Jorge.

A reunião contou com a participação, ainda, do juiz Saulo Góes Pinto, a Coordenadoria da Infância e Juventude (COIJ), através da promotora Vânia Maria Marques Marinho e da assistente social Heloísa Guimarães de Andrade.

Com informações da assessoria do TJAM.