Combate ao Aedes aegypti marcará participação dos servidores da educação no Carnaval 2018

Sensibilizar a população para o combate ao mosquito Aedes aegypti, causador de males como a dengue, a febre chikungunya e o zika vírus será a meta da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC) e de demais instituições parceiras no Carnaval deste ano em Manaus.

Integrantes do “Bloco Xô Mosquito”, mais de mil servidores públicos participarão, pela primeira vez, do desfile do Carnaval, que acontecerá neste sábado (10), no Centro de Convenções (Sambódromo), zona centro-oeste.

O bloco contará ainda com a participação de servidores da Secretaria de Estadual da Saúde (Susam), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Secretaria Municipal de Educação (Semed), da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).

Educação

De acordo com a coordenadora das ações pela SEDUC, Delta Segadilha, os servidores da educação que participarão do desfile atuam em duas ações desenvolvidas na área da saúde e que acontecem nas escolas da rede pública estadual todos os anos: Brigadas contra o Aedes e Blitz Educativa – Preventiva.

A ação de brigadistas contra o Aedes aegypti coordenada pela secretaria atua disseminando informações sobre como proceder na prevenção e eliminação do vetor causador da dengue, chikungunya e zika vírus para outros servidores e também nas unidades de ensino da capital e do interior.

Já a Blitz Educativa

Preventiva é uma ação que busca abordar a prevenção contra as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) entre os estudantes matriculados em escolas de Ensino Médio da rede pública estadual, por meio de palestras, conversas com especialistas, distribuição de materiais informativos, entre outros.

Inscrições

Ainda segundo Segadilha, servidores que tenham interesse em participar do desfile do “Bloco Xô Mosquito” deverão procurar as suas respectivas coordenadorias Distritais de Educação para efetuar as suas inscrições. As vagas são limitadas.

Distribuição de preservativos – Ainda como parte das ações no Carnaval, serão distribuídos mais de um milhão de preservativos e 59 mil conteúdos de gel lubrificantes no período carnavalesco. A ação será comandada pela Coordenação Estadual de IST/Aids e Hepatites Virais.