Começa a tramitar na Câmara, como sempre em regime de urgência, projeto da Prefeitura criando cargos

Foi deliberado nesta segunda-feira (10) para começar a tramitar, e logo em seguida aprovado o regime de urgência, de forma surpreendente sem qualquer voto contrário ou reclamação da oposição, projeto de Lei da Prefeitura de Manaus, capeado pela Mensagem do Executivo n° 005/2014, que cria cargos de Analista Municipal na Área Ambiental e Especialidade Fiscalização. Mas, onde estão os  fiscais da secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade da prefeitura (SEMMAS)? A criação desses cargos seria algo muito normal se a Prefeitura de Manaus já não gastasse só numa de suas secretarias, a Secretaria do Centro, criada no ano passado, durante a reforma administrativa, R$ 2,3 milhões com pessoal – gastos que estão no Demonstrativo de Despesas da Prefeitura para este ano publicado na edição 3321, do Diário Oficial do Município (DOM) datado do dia 30 de dezembro do ano passado. Que o centro da cidade está ficando maravilhoso, isso é correto. Aplausos para a Prefeitura, mas as informações do Radar são de que quem “carrega o piano” nesse reordenamento do Centro de Manaus não são os beneficiados com criação de cargos e nem com os maiores salários. Entendeu? Por isso o Radar está de antena ligada para saber quais serão os nomeados para as vagas abertas com esse novo cargo que está sendo criado. E, aí você já sabe, é captar e transmitir para os leitores, tá?

Gesto de grandeza

Diante de uma realidade em que homens públicos acreditam ser uma demonstração de fraqueza voltar atrás em seus atos e assumirem erros, todo mundo aqui do Radar ficou boquiaberto ao ver e ouvir o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Conselheiro Josué Filho, dizer em alto e bom som que errou e iria pedir a revogação da lei que pereniza o Procurador Geral de Contas no cargo, porque deixa a critério do Executivo reconduzir a mesma pessoa indefinidamente para a chefia do Ministério Público de Contas. Já aqui no Radar consideramos que errar é humano e desfazer o erro é divino. Aplausos para o gesto divino de Josué Filho.

Falta de humanidade

Os recursos do Programa Bolsa Família, do Governo Federal, não estariam sendo utilizados em benefício das famílias carentes no município de Juruá. O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas solicitou do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) o montante de recursos repassados à Prefeitura daquele município e as prestações de contas dos anos de 2011 e 2012. Os indícios são de que as verbas estariam sendo utilizadas para outras finalidades.

Foi deliberado nesta segunda-feira (10) para começar a tramitar, e logo em seguida aprovado o regime de urgência, de forma surpreendente sem qualquer voto contrário ou reclamação da oposição, projeto de Lei da Prefeitura de Manaus, capeado pela Mensagem do Executivo n° 005/2014, que cria cargos de Analista Municipal na Área Ambiental e Especialidade Fiscalização. A criação desses cargos seria algo muito normal se a Prefeitura de Manaus já não gastasse só numa de suas secretarias, a Secretaria do Centro, criada no ano passado, durante a reforma administrativa, R$ 2,3 milhões com pessoal – gastos que estão no Demonstrativo de Despesas da Prefeitura para este ano publicado na edição 3321, do Diário Oficial do Município (DOM) datado do dia 30 de dezembro do ano passado. Que o centro da cidade está ficando maravilhoso, isso é correto. Aplausos para a Prefeitura, mas as informações do Radar são de que quem “carrega o piano” nesse reordenamento do Centro de Manaus não são os beneficiados com criação de cargos e nem com os maiores salários. Entendeu?

Lista de Cargos criados com a Semc:

ANEXO ÚNICO

Parte I

Quadro de Cargos em Comissão Cargo Simbologia Quantidade
Secretário Municipal 01
Subsecretário 01
Diretor de Área DAS-4 01
Chefe de Divisão DAS-2 01
Assessor Técnico II DAS-2 02
Gerente DAS-1 03
TOTAL 09

 

E ainda tem os cargos em comissão criados para o PROMANAUS (Programa de Reestruturação do Centro de Manaus)

Parte II

Quadro de Cargos em Comissão do PROMANAUS Quantidade Especificação Valor da Remuneração (R$)
01 Coordenador Executivo 8.000,00
01 Subcoordenador de Urbanismo 5.000,00
01 Subcoordenador de Assistência Social 5.000,00
01 Subcoordenador de Meio Ambiente 5.000,00
01 Subcoordenador de Trânsito Urbano 5.000,00
01 Subcoordenador de História da Cidade de Manaus 5.000,00
01 Subcoordenador de Relacionamento Institucional 5.000,00
01 Subcoordenador de Processamento de Dados 5.000,00
01 Subcoordenador de Planejamento e Gestão Urbana 5.000,00
01 Subcoordenador de Saneamento 5.000,00
01 Subcoordenador Jurídico 5.000,00
01 Subcoordenador de Patrimônio Histórico 5.000,00