Comércio amazonense reage e sobe 1,1% em maio, aponta IBGE  

O setor do comércio no Amazonas registrou alta de 1,1% em maio deste ano na comparação com o mês anterior. A taxa figura entre as seis melhores do País ficando acima da média nacional (-0,1). Na comparação com igual mês de 2018, a alta foi de 1,6%. 

Já em relação ao acumulado do ano, o índice expandiu 0,5% e no acumulado dos últimos 12 meses, a alta foi de 1,2%. Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgados nessa quinta-feira (11).

Segundo a pesquisa, em maio de 2019, a receita nominal das vendas do varejo amazonense também cresceu 1,3%, frente a abril, após queda de 1,1% em abril. Na comparação com maio de 2018, a receita do comércio varejista no Amazonas subiu 4,6%. 

No acumulado do ano, o setor apresentou crescimento de 2,3% e no acumulado dos últimos doze meses, a expansão chegou a 2,9%.

O IBGE aponta, ainda, que o volume de vendas ampliado -agrega as vendas de veículos e material de construção – teve queda em relação a abril (-2%).  Por outro lado, em relação ao ano passado, o volume de vendas cresceu 2,2% frente a maio de 2018. O acumulado do ano registrou resultado positivo de 2,7% e  nos últimos doze meses continua positivo (5,3%).

Nacional 

O volume de vendas do comércio varejista no país teve um recuo de 0,1% na passagem de abril para maio. Nos demais tipos de comparação, o comércio teve crescimento de 1% frente a maio de 2018, 0,7% no acumulado do ano e 1,3% no acumulado de 12 meses.