Anúncio Advertisement

Comissões aprovam convites para 15 ministros irem expor seus planos e dar explicações na Câmara

No primeiro dia de votações nas comissões permanentes da Câmara dos Deputados, oito colegiados aprovaram convites para todos os ministros titulares de ministérios virem à Câmara para expor seus planos de trabalho ou discutir assuntos específicos. Muitos desses requerimentos eram de convocação e foram transformados em convites. Dessa forma, os ministros não são obrigados a vir.

Na Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática, foi convidado o ministro da Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes. Um dos requerimentos aprovados pede audiência conjunta com a Comissão de Relações Exteriores para discutir o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas (AST), assinado pelo presidente Jair Bolsonaro nos Estados Unidos.

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio convidou o ministro da Economia, Paulo Guedes, para apresentar seu plano de trabalho. Essa comissão também aprovou convite para Guedes e o secretário Especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, apresentarem a reforma da Previdência.

A Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e Amazônia convidou o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para expor os principais programas voltados ao desenvolvimento regional nas escalas macro, micro e sub-regionais. A comissão também convidou o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para prestar esclarecimentos sobre o Acordo de Intenções com a Agência para o Desenvolvimento Internacional dos EUA (Usaid) e o Ministério do Meio Ambiente.

Gustavo Canuto também foi convidado pela Comissão de Desenvolvimento Urbano para falar sobre o andamento do Programa Minha Casa Minha Vida.

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável convidou a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e o ministro do Meio Ambiente, para discutirem seus planos de trabalho.

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle – presidida pelo deputado do PSL, Léo Motta (MG) – aprovou convites para 15 ministros virem à Câmara falar sobre as principais ações de suas pastas (ou seja, todos os ministros titulares de ministérios).

Foram convidados os ministros: da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; da Agricultura; da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez; da Economia; da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro; da Saúde, Luiz Mandetta; das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; de Minas e Energia, Bento Costa Lima; do Meio Ambiente; da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; do Desenvolvimento Regional; da Cidadania, Osmar Terra; do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio; e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

A Comissão de Educação convidou o ministro do setor, Ricardo Vélez, para falar sobre diversos assuntos. Essa é a audiência com data marcada até agora: deve acontecer no dia 3 de abril.