Comissões Externas da Câmara e do Senado irão nesta quinta ao Vale do Javari, para ouvir indígenas, órgãos e entidades locais

As Comissões Externas têm a missão de acompanhar, fiscalizar e propor providências no caso dos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista do The Guardian, Dom Phillips

Nesta quinta-feira (30), uma ação conjunta das Comissões Externas da Câmara e do Senado Federal sobre a situação do Vale do Javari será realizada nos municípios de Atalaia do Norte e de Tabatinga, no Alto Solimões (AM), através de Audiências Públicas e de oitivas nas duas cidades, sendo coordenadas pelo deputado federal Zé Ricardo (PT/AM) e pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede/AP).

Os parlamentares irão ouvir indígenas, entidades locais e órgãos públicos que atuam na defesa da região. Além deles, também é aguardada a presença da ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante as diligências. As Comissões Externas têm a missão de acompanhar, fiscalizar e propor providências no caso dos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista do The Guardian, Dom Phillips.

Além disso, as comissões também pretendem apurar os desdobramentos e a omissão do poder público na garantia da segurança dos povos indígenas na região do Vale do Javari e quais projetos existem para a região, onde frequentemente são registradas ocorrências  de vítimas da violência, do tráfico de drogas e do garimpo ilegal, mesmo com a região sendo a segunda maior reserva indígena do país.

Para o deputado Zé Ricardo, o governador Wilson Lima (UB) tem parte da culpa da situação que se encontra a região. “Ainda é preciso esclarecer todas as circunstâncias envolvendo os assassinatos de Bruno e Dom, inclusive, com relação a possíveis motivos e mandantes. Por isso, iremos conversar e ouvir as diversas representações indígenas e órgãos federais e estaduais. É mais um crime que revela o abandono da Amazônia pelas autoridades: Funai sucateada, pouca estrutura da PF e na Base Anzol, além da inércia do Conselho da Amazônia. Temos crimes ambientais, ameaças, violência, mortes e muita omissão por parte do Governo Bolsonaro e do governador Wilson Lima, que vêm resultando num estado de barbárie no Vale do Javari”, declarou o deputado Zé Ricardo.

No final da manhã de quinta-feira, acontece a primeira Audiência Pública, no Município de Atalaia do Norte, com representantes da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), do Observatório dos Direitos Humanos dos Povos Indígenas (OPI) e da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), e além de representantes do Ministério Público Federal (MPF) e da Defensoria Pública da União (DPU). Já no final da tarde, em Tabatinga, acontecerá reunião com a Força Tarefa responsável pelas investigações dos assassinatos de Bruno Pereira e de Dom Phillips (Polícia Federal, Polícias Civil e Militar, Defesa Civil, Exército e Marinha, além da Funai e do Ibama).

Dentre os parlamentares que deverão seguir em diligência ao Vale do Javari, estão previstos os deputados federais Zé Ricardo (presidente), Joenia Wapichana (vice-presidente), Vivi Reis (relatora), Erika Kokay, João Daniel e Rodrigo Agostinho. Já dentre os senadores: Randolfe Rodrigues (presidente), Fabiano Contarato (vice-presidente), Nelsinho Trad (relator), Leila Barros e Eduardo Velloso.