Comitê denuncia ao MP Eleitoral captação ilícita de voto em culto da Assembleia de Deus

Denúncia ocorre após o Radar Amazônico publicar a matéria "Pastor pede votos para Silas Câmara em culto da Assembleia de Deus e RBN transmite campanha eleitoral na igreja (ver vídeo)"

silas-câmara-votos

Foto: Reprodução/ TV Boas Novas

Após o Radar Amazônico publicar a matéria “Pastor pede votos para Silas Câmara em culto da Assembleia de Deus e RBN transmite campanha eleitoral na igreja (ver vídeo)”, o Comitê Amazonas de Combate à Corrupção encaminhou, nessa quarta-feira (27), denúncia à Procuradoria Regional Eleitoral do Amazonas – PRE/AM sobre os pedidos de votos feitos pelo vice-presidente da Igreja Assembleia de Deus (Ieadam), pastor Moisés Melo, dirigidos aos fiéis. O caso ocorreu no último sábado (23), no auditório da Igreja Canaã, localizado na avenida Rodrigo Otávio, 5581, Japiim, zona Sul de Manaus.

Na ocasião, os pré-candidatos estavam presentes no palco, sendo enaltecidos pelo religioso, que inclusive estipula meta de votos necessária para a vitória dos pré-candidatos nas eleições de outubro próximo. O evento teria sido transmitido por uma emissora de televisão (TV Boas Novas) e por canal oficial no YouTube da Igreja.

Para o Comitê, houve a configuração de propaganda eleitoral antecipada, prática vedada pela legislação, ex vi do art. 36-A da Lei de Eleições, o que merece a devida apuração por parte do Parquet eleitoral.

Ao final da denúncia encaminhada à PRE/AM, o Comitê solicita apreciação da demanda posta para que sejam tomadas as providências judiciais cabíveis.