Comitê encaminha denúncia contra membros do Governo de Amazonino

O Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois no Amazonas ingressou com representações na Procuradoria Regional Eleitoral do Ministério Público Federal (MPF) contra membros do Governo de Amazonino Mendes (PDT) – candidato à reeleição – por condutas vedadas e abuso de poder político.

Foram denunciados os secretários de Estado e o secretário executivo de Produção Rural, respectivamente, José Aparecido dos Santos e Alexandre Araújo; o secretário adjunto de políticas agropecuárias e florestais, Antônio Fernando Vieira; e os diretores-presidentes da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário (Idam), e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), respectivamente, Sérgio Muniz, Luiz do Herval e Edson Barcelos da Silva.

Os membros do comitê receberam denúncias de funcionários da Sepror com imagens extraídas do aplicativo Whatsapp de um grupo institucional da Secretaria no qual aparece mensagem enviada pelo secretário executivo da pasta, Alexandre Henrique Araújo, fazendo convocação para todos os integrantes do grupo para comparecerem a uma reunião de apoio ao candidato Amazonino Mendes.

A reunião aconteceu e contou com a presença dos principais gestores do sistema Sepror, de dezenas de servidores, além do presidente da Fapeam, Edson Barcelos.

Com base na denúncia e nas provas colhidas, inclusive anexadas a representação eleitoral, o comitê solicitou à Procuradoria Regional do MPF, a apuração de possíveis ilícitos e o cumprimento da legislação eleitoral brasileira em vigor, com aplicações das sanções cabíveis.

Com informações da assessoria do Comitê