Comunidades na RDS do Tupé ganharão dois poços artesianos

Arlesson Sicsu / Semmas

Em até 90 dias, as comunidades São João e Colônia Central na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé receberão dois poços artesianos. A ordem de serviço para as obras foi assinada nesta sexta-feira (8) pelo secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, e o cônsul-geral do Japão, Takahiro Iwata.

“A austeridade e capacidade de gestão dos recursos fazem da Prefeitura de Manaus um ente de credibilidade e apto a executar projetos com recursos internacionais. Para o prefeito Arthur Virgilio Neto, é uma enorme satisfação poder executar mais duas obras que beneficiarão a população ribeirinha de mais duas comunidades, totalizando quatro beneficiadas das seis existentes, com o aval dos representantes do Governo do Japão, o que para nós é de grande valia”, afirmou o secretário Antonio Nelson.

O cônsul Takahiro Iwata pediu que a obra fosse realizada com o mesmo cuidado e comprometimento demonstrados pela administração do prefeito Arthur Neto na entrega das obras anteriores. “É uma alegria para nós sabermos que a Prefeitura de Manaus e a gestão da Semmas têm essa preocupação e que possamos fazer mais e mais projetos”, afirmou.

Outros dois poços entregues pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, em 2015, contemplaram as comunidades Agrovila e Julião. A obra consumirá no total, R$ 168,8 mil, e deverá ficar pronta em 90 dias.