Conceição não tem medo de Lobo Mau

Essa só o Radar captou pelas “coxias” da Assembleia Legislativa do Estado (ALE) , na terça-feira (18) quando poderia (mas não foi) instalada a CPI para apurar casos de exploração sexual de crianças e adolescentes no Amazonas. A antena do Radar captou a existência de uma lista onde deveriam estar os nomes dos parlamentares que iriam compor a CPI, mas estranhamente ninguém conseguia cumprir a missão de coletar esses nomes porque era só falar em CPI pra que certos deputados fizessem o que a gente chama de “política do cruz credo”, quando o cabra ouve falar alguma coisa e desembesta na carreira como o diabo fugindo da cruz – ou seria melhor dizer como porquinho com medo de Lobo Mau. Em meio a tanto cruz credo e Deus me livre, uma mulher, a deputada Conceição Sampaio, segundo fontes do Radar, não saiu correndo e nem ficou tremendo com medo do Lobo Mau. Ela teria dito que participaria da CPI e ponto final. Assim como nos casos das deputadas Érika Kokay e Liliam Sá esse lobos maus da nossa terra é que têm que botar os pés (ou as patas) na carreira porque, nesse caso, as feras são elas. Corre pro mato lobinho!

O povo respondeu

E pra mandar a CPI lá pra Corregedoria da Casa – quase que num ato falho sai outra coisa, gente! – o líder do Governo da ALE, deputado Sinésio Campos alegou que o Legislativo estaria se imiscuindo num caso que já está sendo devidamente tratado pelo Tribunal de Justiça e pelo Ministério Público do Estado (MPE). Ele apontou como prova disso o fato do prefeito Adail Pinheiro estar preso – para as cabeças pensantes aqui do Radar ele está aquartelado já que esta num quartel da PM. Sinésio perguntou: “O Judiciário está parado? O Ministério Público está parado?” E, em coro, nas duas vezes, o povo que estava na sala de imprensa automaticamente as perguntas com dois sonoros simmmmmm! Quem mandou perguntar!

 Então tá!

Durante entrevista coletiva, em resposta a pergunta de uma companheira repórter do jornal Diário do Amazonas se existia alguma pressão política para não ser instalada a CPI da Pedofilia na ALE, o presidente da Casa, deputado Josué Neto para corroborar sua afirmação de que isso não existe, disse: “Eu tenho a certeza que o prefeito Adail não deve nem ter aliados aqui nessa Casa. Não tem uma pessoa aqui nessa Casa que levante a voz a favor dele. Então, não existe nenhuma pressão política, de quem quer que seja”. Então tá, né mesmo?

Promessa

E logo depois de ser instalada na Câmara Municipal de Coari a Comissão Processante para avaliar pedido de cassação do prefeito Adail Pinheiro, o relator da comissão, vereador Mario Jorge (PTN) teria logo se adiantado a possíveis comparações com outra CPI instalada naquele Poder Legislativo, no ano passado, para apurar fraudes em licitação e superfaturamento de contratos em dispensas de licitação, e teria dito: Uma certeza todo mundo pode ter. Essa comissão processante não vai ter dois relatórios não!