Concreterra de George Lins recebe mais de R$ 19 milhões do Governo, mas não paga funcionários

Funcionários da empresa Império Construções Ltda, que virou Concreterra Construções e Terraplanagem Ltda, fizeram uma manifestação, nessa sexta-feira (28), em frente a casa do proprietário da empresa, o empresário George Lins, irmão do deputado estadual Belarmino Lins e do deputado federal Átila Lins, no Parque das Laranjeiras, na zona Centro Sul de Manaus. (Veja documentos no fim do texto)
Com faixas e cartazes fixados nas caçambas, os funcionários cobravam os pagamentos dos salários atrasados. “Império Construções agora é Concreterra. Recebe milhões do Governo e não paga os caçambeiro que trabalha pra (sic) ele”, diz texto.
“Nós trabalhamos e queremos receber. Jorge Lins (sic) nos pague!”, está escrito  em outra faixa.
No Portal da Transparência do Governo há pelo menos R$ 26,7 milhões empenhados à Concreterra Construções e Terraplanagem. Deste valor, a empresa recebeu mais de R$ 19 milhões do Estado. Ou seja, a empresa ainda deve receber outros R$ 7 milhões do Governo.
Do total recebido, R$ 17,2 milhões foram de contratos com a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e R$ 2,3 milhões foram referentes a contratos com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc).
Alteração da razão social
Segundo dados da Receita Federal, a Império Construções Ltda, de George Lins, está inativa e se “transformou” na empresa Concreterra Construções e Terraplanagem Ltda. que tem como sócios-proprietários Júlia Bandeira de Melo Lins de Albuquerque e Jozeline Jordão das Chagas. (Veja documentos no fim do texto)
Em outubro deste ano, a própria empresa pediu à Secretaria de Estado da Educação (Seduc) que alterasse a razão social da Império Construções Ltda. para Concreterra Construções e Terraplanagem, conforme ata da 12ª alteração contratual registrada na Junta Comercial do Estado (Jucea). (Veja documento no fim do texto)